A espantosa sinceridade de um diretor da Sabesp

“Saiam de São Paulo porque aqui não vai ter água”