Chico Buarque desautoriza canções para musical de ator que chamou Dilma de ladra

Postado em 20 de março de 2016 às 6:15 pm

Da Zero Hora:

O cantor Chico Buarque de Hollanda anunciou por meio de sua assessoria de imprensa que não irá mais autorizar o cantor, ator e produtor Cláudio Botelho a usar suas músicas na peça Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos. A informação é do colunista da Folha Maurício Meirelles,

Botelho envolveu-se em um bate-boca com espectadores durante a apresentação da peça realizada no Teatro Sesc Palladium, em Belo Horizonte na última sexta-feira.

A confusão começou quando Botelho, ao improvisar dentro de um diálogo, afirmou: “Era a noite do último episódio da novela das oito. Era também o dia em que um ladrão ex-presidente talvez tenha sido preso. Ou uma presidente ladra recebeu o impeachmeant?”.

A improvisação gerou reações negativas entre a platéia, que passou a gritar o nome de Chico e repetir a frase “não vai ter golpe” em uníssono. Ao que o ator teria respondido acusando os membros da platéia de censores.

Por conta da discussão acalorada, a apresentação acabou sendo interrompida definitivamente sem ser finalizada. A sessão que ocorreria um dia depois, no sábado, foi cancelada.

Clique aqui e veja as 10 noticias que você precisa ler agora