Claudio Cavalcante morre aos 73 anos no Rio

Postado em 30 de setembro de 2013 às 12:43 am

claudio_cavalcante

Claudio Cavalcanti, de 73 anos, morreu às 18h deste domingo (29) no Rio de Janeiro. O ator, cujo último trabalho na TV é a segunda temporada de “Sessão de Terapia”, com estreia no dia 07/10, estava internado na UTI do Hospital Pró-Cardíaco desde a última semana.

Na última terça, 24, Claudio passou por um cirurgia por conta da falência de uma vértebra. Ele estava sedado desde então e aguardando a estabilização do quadro. Segundo seu cardiologista e genro, Carlos Eduardo Menna Barreto, o ator sofreu um choque cardiogênico, que evoluiu para uma insuficiência renal e falência múltipla dos órgãos, ocasionando o falecimento.

No hospital, a família contou com o apoio de amigos como o ator Paulo Gracindo Jr, que vinha acompanhando a evolução do quadro de Claudio ao longo da semana. Ainda não há informações sobre o funeral de Claudio.

Além da atuação, Claudio se dividia entre a carreira de escritor e a política. Ele tem cinco livros publicados e já foi vereador e deputado estadual, quando criou e teve aprovadas 29 leis pioneiras em relação à defesa dos animais. Claudio estava, inclusive, à frente da Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais da Cidade do Rio.

Na série dirigida por Selton Mello, Claudio interpreta Otávio, um empresário com Síndrome do Pânico. Em recente entrevista ao site do GNT, o ator afirmou que interpretar Otávio é um sonho realizado. “Recebo convites, mas nem sempre tenho tempo. Mas esse papel é o sonho de qualquer ator!”, orgulhou-se ele.

“Eu merecia esse papel. Não posso trair a minha história”, vibrou ele, que interpretou protagonistas icônicos como Jerônimo, da novela “Irmãos Coragem”, e Padre Albano, em “Roque Santeiro”. “Se eu dissesse ‘não’ eu seria louco. E burro!”, afirma.

SAIBA MAIS

GNT

 

Clique aqui e veja as 10 noticias que você precisa ler agora