Gilmar, sempre ele, diz que TSE será célere para julgar candidatura de Lula

Postado em 13 de dezembro de 2017 às 8:32 pm

Do Jota:

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, disse há pouco em Washington (EUA) que a Justiça Eleitoral será célere na análise do possível registro de candidatura do ex-presidente Lula, caso este seja condenado também pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A situação, disse ele em resposta a questionamento feito pelo JOTA, é “um coquetel que foi feito pelo diabo”.

O TRF julga, no dia 24 de janeiro, a apelação de Lula contra sua condenação pelo juiz Sérgio Moro no caso do apartamento tríplex, no Guarujá (SP). O ex-presidente foi condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Se o TRF mantiver a condenação, Lula estará inelegível, conforme a Lei da Ficha Limpa.

Mesmo atingido pela Lei da Ficha Limpa, Lula pode pedir o registro de sua candidatura no TSE e travar uma disputa jurídica em prol de sua candidatura. Gilmar Mendes, diante deste cenário, afirmou que “não é bom que haja uma eleição sub júdice para presidente da República” e cobrou maturidade para que o respeito às instituições seja maior que “vontades pessoais”.

Ele lembrou que, nos Estados Unidos, a disputa entre George Bush e Al Gore, que teve capítulos desenrolados na Suprema Corte americana, terminou quando Gore reconheceu a derrota.

(…)

Aécio e seu segurança
x