Mensalão Mineiro: condenado, Azeredo recebe alto salário como consultor de federação de indústrias

Postado em 17 de junho de 2017 às 9:24 am

 

Do Joaquim de Carvalho:

Em Minas Gerais, depois de ser condenado em primeira instância a 20 anos e dez meses de prisão, com base das denúncias de Nílton Monteiro no caso do Mensalão Mineiro, o ex-presidente nacional do PSDB Eduardo Azeredo segue a vida com tranquilidade.

O processo está parado no Tribunal de Justiça há um ano e meio, e Azeredo recebe alto salário como consultor internacional da Federação das Indústrias do Estado de Minas (FIEMG). Lá ainda está (quase) tudo dominado. 

 

x