Trecho de gravação de Mercadante sobre “ajuda financeira” foi editado pela Veja, diz blogueiro

Postado em 15 de março de 2016 às 4:33 pm

Do blog do Rovai:

Numa entrevista coletiva concedida há pouco, o ministro Aloísio Mercadante, que costuma ser muito carinhoso com a mídia tradicional, hoje estava bastante irritado.

Mercadante sentiu na pele o que é ser tratado como bandido a partir de uma narrativa manipulada.

Este blogueiro, que costumeiramente critica Mercadante, ouviu os áudio, leu as transcrições e não viu nada que pese contra ele ali.

Mais do que isso.

Há um trecho que Mercadante destaca na entrevista e que foi ignorado pela Veja, que publicou os áudios e a transcrição.

“Em uma parte que não foi transcrita está assim: não tenho nada a ver com a delação do Delcídio. Se ele vai falar ou não eu não estou nem aí. Em outra parte eu digo: eu não vou entrar nisso, ele fala se achar que deve”, afirmou o ministro na coletiva a partir da leitura da transcrição que tinha em mãos.

Mercadante destacou ainda outro trecho que não consta da transcrição da imprensa:

“Em outro trecho eu digo: não vou me meter na defesa dele. Não sou advogado e não conheço o que foi feito.”

Mercadante ainda disse que não ofereceu nenhuma ajuda financeira a Delcídio. Ele tem razão. O trecho que vem sendo utilizado como prova disso não comprova a tese.

Marzagão, assessor de Delcídio  – Só pra você ter uma ideia, eles estão vendendo a casa.

Mercadante – Pra não ficar expostos.

Marzagão- Não, até pra…

Mercadante – Arrecadar dinheiro.

Marzagão – Arrecadar dinheiro. Os carros, a casa. A fazenda, porque é da mãe e do irmão, então lá não vai mexer.  Aliás, o irmão tá vindo aí pra tratar desses assuntos. Assuntos financeiros mesmo.

Mercadante – Patrimônio da família.

Marzagão – Patrimônio, as dívidas que ele tem. Pra você ter uma ideia da situação dele, o salário dele tem consignado. O salário do Delcídio tem empréstimo consignado, que ele está pagando.

Mercadante – Bom, isso aí também a gente pode ver no que é que a gente pode ajudar, na coisa de advogado, essa coisa. Não sei. Pô, Marzagão, você tem que dizer no que é que eu possa ajudar. Eu só to aqui pra ajudar. Veja o que que eu posso ajudar.

 A única coisa que Mercadante sugere é ajuda com advogado. Nada mais. Não tem dinheiro de empresa do PT ou algo do gênero, como boa parte da mídia divulgou.

Ao que parece essa armadilha com o ministro da Educação teve por objetivo criar uma cortina de fumaça para esconder o que de fato tem fundamento na delação de Delcídio. Entre outras graves denúncias ali há as que envolvem Temer, Eduardo Cunha e boa parte dos senadores do PMDB, além dele, que sempre está em todas, o senador Aécio Neves.

Clique aqui e veja as 10 noticias que você precisa ler agora