Discursos falaram da “transformação de uma concessão pública de TV em um partido fascista”

    Manifestantes protestam em frente à sede da Globo no Rio