A história secreta de Míriam Leitão

Simplesmente extraordinária a história de Míriam Leitão na ditadura. Uma menina de 19 anos ser trancada nua, num aposento escuro, na companhia de uma jiboia. Grávida, além do mais. Que mentes pervertidas poderiam imaginar uma tortura dessas? Míriam nunca contara essa história, e...
Postado em 21 ago 2014

O verdadeiro pecado de Mario Sergio Conti

A entrevista com o falso Felipão entra na crônica do jornalismo brasileiro como uma das maiores besteiras já cometidas. A pergunta que emerge para o autor, Mario Sergio Conti, é a seguinte: em que planeta ele vive? Mas é algo no terreno da anedota. Conti tem razão quando diz que...
Postado em 20 jun 2014

Jornalista pode ter amigo?

Encontro por acaso, na internet, um texto que escrevi na Exame quando a dirigia. É um texto do final dos anos 1990. Vi que a discussão central — jornalista pode ter amigo? — continua atual. Por isso, decidi republicá-lo no DCM. Repare que a amizade que cito então...
Postado em 29 mai 2014

Por que as piadas dos chefes são tão populares nas redações

Abaixo, um capítulo de “Minha Tribo — o jornalismo e os jornalistas”. É o livro que estou finalizando sobre as experiências que tive em redações, e sobre a minha visão de jornalismo. Ele será lançado até o final deste ano. Um tipo comum que você encontra nas...
Postado em 01 mar 2014

O choque entre dois mundos no Roda Viva com a Mídia Ninja

A imparcialidade jornalística de alguns é mais imparcial que a de outros. O Roda Viva com Bruno Torturra e Pablo Capilé, da Mídia Ninja, foi o choque entre dois mundos. De um lado, jornalistas experientes, num misto de curiosidade, ceticismo e ciúme. De outro, os protagonistas de...
Postado em 06 ago 2013

Roda Viva ou Roda Morta?

  Vi, outro dia, um comentário no twitter que dizia o seguinte: zzzzzzzz. Era a propósito de um Roda Viva com Diogo Mainardi. Minha primeira reação foi pensar: Duelo de Titãs! Mário Sérgio Conti e Diogo Mainardi são titãs do mau jornalismo, cada qual do seu jeito. Vi, no...
Postado em 29 ago 2012

A melhor fotógrafa com quem trabalhei

“Faz a barba para a sessão de foto. Não esquece.” Não esqueci, mas também não fiz. Quer dizer, fiz parcialmente. Não tirei, mas aparei e acertei as bordas. Duas pessoas jamais engoliram a barba que deixei a partir dos 30 e poucos anos. Uma é minha mãe. A outra é minha amiga Bia...
Postado em 18 dez 2010