Ameaçado por ibope baixo, Bem Estar tem fila de anunciantes e ganha sobrevida na Globo

Mariana Ferrão e a veterinária Gabriela Rosa no primeiro merchandising do Bem Estar: salvação. Foto: Reprodução/Globo

Daniel Castro no site Notícias da TV informa que, ameaçado de sair do ar por causa da baixa competitividade no Ibope, o Bem Estar foi salvo pelo mercado e ganhou sobrevida na Globo. O programa passou a aceitar ações de merchandising e publieditoriais e está com fila de anunciantes.

Em dezembro, o Bem Estar saiu da aba do departamento de Jornalismo e foi para a área de Entretenimento. Isso abriu a possibilidade de os apresentadores Fernando Rocha e Mariana Ferrão se envolverem com publicidade testemunhal, criando uma nova fonte de receitas para a emissora, em segmentos carentes de espaços exclusivos na TV, como cosméticos e produtos e serviços ligados à saude.

Na última segunda-feira (11), foi ao ar o primeiro merchandising da história da atração sobre saúde. Depois do quadro Tem Bicho, que tratou dos sentimentos dos animais, Mariana Ferrão introduziu a médica veterinária Gabriela Rosa.

Vestindo um jaleco com o nome de um antipulgas para cães, a profissional falou durante dois minutos e 20 segundos sobre “controle e prevenção dos parasitas”, enquanto rodava um vídeo de um cachorro consumindo o produto anunciado.

A ação do laboratório Boehringer Ingelheim foi só a primeira. Estão programadas mais duas para esta semana. Há tanta demanda reprimida que poderia haver um merchandising por dia, segundo uma fonte do departamento Comercial, mas a direção do programa resolveu limitar a três por semana.

Como o Bem Estar é realizado por jornalistas, que não se ententem muito bem com a publicidade, há um certo mal-estar na Redação, mas um alívio também. “Vendemos a alma para o diabo, mas fomos salvos”, desabafa um profissional da equipe.

O clima de “good vibes” é bem diferente daquele que havia pouco mais de 40 dias atrás, quando o Bem Estar teve sua duração reduzida em um terço, para cerca de 20 minutos por dia. Muitos vislumbraram que era o começo do fim da atração, que completa oito anos no próximo dia 21.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!