Em julgamento, promotor manda defensora pública se acalmar e diz: “A primeira vez com negão não dói”

Publicado em 11 julho, 2019 5:54 pm

Do Migalhas

A defensora pública Fernanda Morais

Após ouvir de um promotor que “a primeira vez com um negão não dói“, durante uma sessão do Tribunal do Júri, a defensora pública Fernanda Morais contou ao Migalhas como se sentiu após o episódio:

“Me senti extremamente constrangida e pessoalmente ofendida por ser mulher.”

Mesmo com o momento constrangedor, advogada ressaltou que não teve a intenção de desqualificar o trabalho do promotor ao expor a situação. “A minha irresignação dirigiu-se exclusivamente a uma fala que historicamente reflete uma cultura machista que vigora no sistema de Justiça, na verdade, que vigora em todas as instituições de maneira histórica e secular”, afirmou.