Flávio Rocha, da Riachuelo, patrocinou filme de Edir Macedo, chefão de seu partido, o PRB

Segundo a Folha, a Riachuelo, empresa de Flávio Rocha, o candidato do MBL, é uma das 11 patrocinadoras do filme “Nada a Perder”, cinebiografia de Edir Macedo.

A produção não usou recursos públicos obtidos por meio de leis de incentivo fiscal, segundo sua assessoria de imprensa. 

PRB (Partido Republicano Brasileiro) tem bispos licenciados entre os principais quadros do partido — caso de seu presidente, o ex-ministro Marcos Pereira, e o prefeito do Rio, Marcelo Crivella.

Dona do Grupo Guararapes Confecções (que abarca a Riachuelo), a família de Rocha possui um patrimônio avaliado em R$ 1,3 bilhão. 

Um dos ativos políticos do pré-candidato é justamente sua fortuna, já que 2018 terá a primeira eleição presidencial sem financiamento privado.  

Em fevereiro, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) liberou o autofinanciamento de campanhas. Ou seja: Rocha pode, se assim o desejar, bancar sua segunda tentativa de se eleger presidente (já se aventurou em 1994, mas deixou a corrida antes do fim). Ele só precisaria respeitar o teto de gastos imposto a quem pleiteia o Palácio do Planalto, de R$ 70 milhões. 

Flávio Rocha é também o candidato do MBL depois que a milícia se divorciou de João Doria.

Eis um cidadão cercado de bons elementos.

Flávio entre os rapazotes do MBL, Huguinho e Zezinho
x