Olavo faz “manifesto” com Feliciano, a quem chamou de “burro” e “irresponsável”

Publicado em 15 abril, 2019 9:40 am

Do Blog de Lauro Jardim, no Globo:

A dupla elaborou um manifesto intitulado “A Força conservadora”, na prática, um texto com tudo o que já se sabia que eles pregavam, além de alguns ataques a um inimigo não identificado.

Em duas páginas, Olavo e Feliciano exaltam a união de “cristãos, defensores da família, dos bons costumes, das liberdades políticas e do livre mercado” que se uniram para vencer o projeto petista, segundo eles, “estatista, coletivista, corrupto, globalista, totalitário”.

Mais adiante, Olavo e Feliciano começam a disparar contra gente do governo, mas sem especificar quem. Não custa lembrar que ambos, vira e mexe, escolhem um militar para descer a borduna:

— Por quanto que muitos dos que hoje tentam cercar o presidente Jair Bolsonaro e ocupam postos de relevância no governo federal se refestelavam nas graças dos governo cleptocratas instituídos pelo aparato lulopetista, os conservadores brasileiros estavam em luta.

(…)