Partido Novo sucumbe à ‘verbinha’ de gabinete na Assembléia do RJ

Publicado em 11 fevereiro, 2019 10:23 am
João Amoêdo. Foto: Divulgação/Twitter

Logo no primeiro mês de mandato os deputados estaduais do partido Novo sucumbiram ao desejo da verbinha de gabinete, informa Maurício Lima, da coluna Radar da Veja.

Proposta pelo presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), a criação de uma verba de gabinete para pagar materiais e atividades de apoio dos parlamentares ganhou apoio do partido de João Amoedo.

Com a promessa de que a medida só será adotada se representar menos gastos e mais transparência, o deputado Alexandre Freitas subiu à tribuna para falar do assunto.

Para ele, a forma como a Alerj funciona hoje, com a presidência assumindo a administração de toda a Casa, tira independência dos parlamentares.

Freitas defendeu que sejam tabelados os preços dos itens mais usados pelos deputados.

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube