Quem é Álvaro Garnero, da rede Café de La Musique, envolvida em casos de estupro

Álvaro Garnero e o amigo Eduardo Bolsonaro. Foto: Reprodução/Twitter

O nome de Álvaro Garnero está circulando nas redes sociais com a acusação de estupro denunciado por uma modelo e envolvendo o senador Irajá Silvestre Filho, filho de Kátia Abreu.

Ele é um dos donos da rede Café de La Musique. A acusação envolvendo Irajá ocorreu em São Paulo. Outra unidade da rede, em Florianópolis, ficou famosa no caso do estupro de Mariana Ferrer.

Bolsonarista raiz, amigo dos filhos do presidente, Álvaro namorou a modelo Adriane Galisteu. Ele é filho do empresário Mario Garnero e de Ana Maria Monteiro de Carvalho, de uma tradicional família do Rio de Janeiro. Ficou famoso por apresentar o 50 por 1, na TV Record.

O repórter Caíque Lima, do DCM, contou a história de Álvaro em um texto sobre a suposta ligação entre o Café de La Musique, onde Marina Ferrer foi estuprada, e Jeffrey Epstein, acusado de estupros nos Estados Unidos.

Segue uma parte do texto:

Quem são os Garneros:

Álvaro Garnero, Mike Pence, Donald Trump, Fábio Wajngarten e Mário Garnero (Crédito: Sergio Matos/Divulgação)

Mario é um banqueiro, dono da Brasilinvest. No início desse ano, ele e o filho, Álvaro (que é apresentador e também empresário), articularam um encontro entre Trump e o presidente derrotado dos Estados Unidos, Trump.

Trump, inclusive, aparece junto de Mario Garnero nos documentos vazados pelo Anonymous, que supostamente o ligam ao tráfico sexual de meninas menores de idade:

Mario Garnero já foi indiciado por estelionato, formação de quadrilha e operação fraudulenta no mercado financeiro, teve bens bloqueados e chegou a ser condenado pela Justiça, mas foi livrado pelo STF em 1999.

O filho, Álvaro, é bolsonarista e habita o círculo da família. Ele também é dono do Café de La Musique, que possui 17 casas pelo Brasil, e foi, há cerca de 2 meses, nomeado embaixador do Turismo por Bolsonaro e Gilson Machado.

O empresário também foi o apresentador do ’50 por 1′, um programa da Record”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!