Em nome da barbárie: Rachel Sheherazade está torcendo para que haja linchamentos?

 

Ela veio em toda sua costumeira irracionalidade, com a ira santa e o mandato divino que ninguém lhe conferiu.

Rachel Sheherazade resolveu defender os jovens da Zona Sul do Rio que espancaram e prenderam num poste, pelo pescoço, com uma trava de bicicleta, um adolescente suspeito de crimes na região.

Eles fazem parte de um grupo de justiceiros que marcam encontros no Facebook para “patrulhar o Aterro em busca de potenciais autores de delitos”, segundo a polícia.

“É que a ficha do sujeito – ladrão conhecido na região – está mais suja do que pau de galinheiro”, disse Rachel no SBT. “Num país que ostenta incríveis 26 assassinatos a cada 100 mil habitantes, arquiva mais de 80% de inquéritos de homicídio e sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível”.

Compreensível??

“O Estado é omisso. A polícia, desmoralizada. A Justiça é falha. O que resta ao cidadão de bem, que, ainda por cima, foi desarmado? Se defender, claro! O contra-ataque aos bandidos é o que eu chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite”.

Legítima defesa onde??

Não há nenhuma justificativa legal para essa barbárie. Se a intenção era bater, mas não matar, é lesão corporal. O Código Penal prevê o seguinte: “Fazer justiça pelas próprias mãos, para satisfazer pretensão, embora legítima, salvo quando a lei o permite: detenção, de 15 dias a um mês, ou multa, além da pena correspondente à violência”.

No Twitter, ela respondeu a seus fãs: “Esse pessoal DH  [Direitos Humanos] defende o marginal ‘vítima da sociedade’, mas não abre a boca pra defender a sociedade vítima do marginal!” Evangélica, mencionou a Bíblia algumas vezes.

É o samba do crioulo doido fascista. Saudade do Esquadrão da Morte? Ela quer a criação de novas milícias? E se alguém morrer por causa desses justiceiros? Na falta de um policial mais próximo, mate você?

“As pessoas devem ter conhecimento antes de agir, e não há nenhum educador comparável à imprensa”, dizia Ida B. Wells, jornalista e ativista negra americana, pioneira nos estudos e denúncias dos linchamentos nos Estados Unidos.

Sheherazade, deseducando seu público, quer ver sangue para dizer, mais tarde, que estava escrito no Livro de Juremar, capítulo 756, versículo 893 — ou simplesmente lavar as mãos.

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!

88 COMMENTS

  1. Sheherazade, deseducando seu público, quer ver sangue para dizer, mais tarde, que estava escrito no Livro de Juremar, capítulo 756 — ou simplesmente lavar as mãos.

    Livro de Juremar… hahahahaha muito boa.

      • A cada dia fico mais perplexo com o embrutecimento que está tomando conta de nossa sociedade. Esses fóruns de debates, nos quais o espírito reinante é brigar para ver quem ganha e quem perde, têm sido a personificação do neo-udenismo diuturnamente perpetrado por parte dessa infame mídia brasileira, a qual só faz reduzir a questão da política à corrupção, demonizar as instituições públicas, prestar ode ao judiciário e retratar o mandatário da nação conforme seus interesses. Não sou advogado, contudo modestamente sugiro para essas pessoas acostumadas a darem tanto crédito para essas vozes televisivas acima do tom uma leitura da doutrina jurídica interpretativa do 1º ao 5º artigo da Constituição Federal. Como esse conhecimento muda a perspectiva!

        • Virou também um coliseu metafórico , onde serve para descarregar recalques e frustrações também.
          Se tiver tempo e estomago, dê uma olhada nos comentários dos blogs da Veja.

    • Interessante foi leu um comentário falando que o SBT diz o que a Grobo não diz por ter o rabo preso com petistas…só rindo mesmo…

    • Ah, e ela ainda acredita nesse deus aí? É tão típico… Se tem a “razão religiosa” do lado dela, é claro que ela não precisa de razão nenhuma. Daí, não tê-la é absolutamente normal.

  2. Agora essa mulher passou dos limites.
    Já é meio estranho ter uma repórter com opinião especializada em tudo – opinião duvidosa, aliás.
    Este vídeo só me confirmou uma coisa: as declarações de Sheherazade tem um público alvo específico. Pessoas menos letradas, pessoas pobres – admitam ou não, são estes seus maiores admiradores.

    O jornalismo sempre foi muito elitista, muito profissional. Nem todos conseguem fazer uma análise minuciosa do que está acontecendo ou da mensagem que um repórter quer passar nas entrelinhas. Aí a Rachel chegou para “baixar o nível” e sanar esta questão.

  3. Eu tenho minha opinião sobre o assunto, mas não vou externá-la, o texto do Kiko fala por mim, vou apenas apontar a hipocrisia dessa mulher que virou a nova paladina da imprensa com suas declarações:

    Há algum tempo ela deixou bem clara a posição dela de que é cristã e q o brasil é um país de valores cristãos.
    Agora ela vem e CAGA na mensagem de Jesus Cristo.

    Avaliem…

    • Vi há pouco um filme intitulado “Carta para Evita”, que é, claro, Evita Perón. Ela está no seu périplo europeu, que começou pela Espanha. Lá pelas tantas, a esposa de Franco se surpreende com a inexistência da pena de morte na Argentina, ao que Evita responde que ela teria sido extinta em seu país há muito. A esposa de Franco, é claro, era cristã fanática. Você simplesmente não tira da cabeça da maioria absoluta dos cristãos que eles não possuem direitos de vida e de morte sobre outra pessoa. Se isso não tem a ver com Jesus? Ora, quem se importa com um personagem literário?

    • Até aonde eu sei a grande maioria da imprensa brasileira é de esquerda, acha as ongs um coisa linda adora defender os direitos humanos dos bandidos e como todo mundo sabe comunista não acredita em Deus então acho muito difícil a Rachel representar a imprensa. E outra coisa desconheço valores cristãos que pregam a covardia e a submissão que se tem pregado com a política do “nunca reaja”

  4. Nunca ouvi essa pessoa, mas ela tem que entender uma coisa: a legítima defesa de um indivíduo é uma coisa, quando ele REVIDA um ato de violência; quando ele pratica uma agressão na base da teoria de “guerra preventiva”, ele pratica exatamente isso, um crime de agressão.

    Enquanto isso, a legítima defesa da sociedade está nas leis, e o cumprimento delas constitui a medida de excelência dessa sociedade, desde que democrática e pautada em princípios éticos insofismáveis, não em interesses ditatoriais, de exceção, que não reconhecem a liberdade e a igualdade.

    Creio que ela pensa que “a sociedade” é composta pelo grupo dos “bons”, enquanto os “maus” não fazem parte da sociedade, logo tem que sofrer as ações “justas” daqueles que, tendo construído uma sociedade desigual, operam pelo princípio que as leis são para os inimigos, e para os amigos elas não valem, de forma que quando o médico amigo estupra clientes ele merece a liberdade, enquanto o moleque que roupa celulares e pares de tênis merece a morte, ainda que essa pena não exista no país, mas a prática social é outra e o assassinato para fins “civilizatórios” é plenamente justo, embora eticamente não haja como defender a prática e… bem, a confusão mental dessa turma é tão grande que se formos percorrer seus descaminhos teremos que escrever um “Tratado da Estupidez Humana” que, como sabemos, é infinita.

    • “Achei a declaração dessa senhora um crime. Vou explodir o condomínio que ela mora.” Como será que ela refutaria essa suposta intenção?

      • “Quem não concorda comigo não tem razão”. Princípio que une direita, esquerda, centro, alto, baixo, preto, branco, mulher, homem…

        • Deveria ter um programa ao estilo daquele com a Renata Fan, só que com essa mulher, o astrólogo, o cantor e o economista. Pelo menos concentrava a loucura em um lugar e horário só.

    • É que essa senhora não respeita as leis dos homens, apenas as leis da religião dela, porque seguir as pegadas de Jesus Cristo com certeza ela não segue.

  5. Tirando todas as bizarrices fascistoides, ela não entende que, para defender a sociedade, existem as leis.
    Leis que ela sugere que não sejam respeitadas no caso dos justiceiros.
    Desonestidade intelectual é imoral, mas no caso dela é agravada por uma ignorância desumana.
    PS: ela deve achar que o Tuminha não deve apresentar provas quando acusa os outros.

  6. O que me espanta na reação de algumas pessoas atualmente é que existe uma classe média que realmente se sente acuada. Se sente acuada por uma bandidagem que eles acham que não tem nada a ver com desigualdade. Se sentem acuados por uma suposta ditadura gay, num país que não reconhece homofobia como crime. Se sentem acuados pelo povo do Bolsa Família, pelos estudantes de cotas, por uma suposta patrulha à imprensa. Eles estão vivendo num mundo em que o medo é uma constante. Não vou nem discutir a questão ideológica. Só acho que deve ser desesperador viver assim, constantemente apavorado.

    • Espero que não me entendam mal. Não estou defendendo essa moça, ao contrário. Estou é tentando entender que mundo é esse dos Olavos, Lobões, Constantinos, etc, que estão sempre com medo de tudo, vendo comunistas, terroristas e petistas em todos os cantos, até debaixo da cama.

    • sentem-se acuados porque ignorantes. sentem-se com medo porque ignorantes. não tenho pena nenhuma. eu tenho medo é deles porque essa gente é maioria e representa um perigo imenso à sociedade. não há desculpa nem perdão para ignorância voluntária.

      • Lulu, com certeza. Eles difundem o medo, porque o pavor limita o raciocínio. O medo foi a justificativa para o golpe de 1964, para a Guerra do Iraque, para o ataque ao Afeganistão, para o Lula perder para o Collor e por aí vai.

        • com certeza. e é essa a arma que a direita está usando. ah, se lembra da Regina-com-medinho-duarte? pois é. eu tenho medo de ignorância voluntária*. isso sim.
          * digo voluntária porque excluo quem não teve chance (de estudar, de aprender a ler e a entender, acesso ao conhecimento) dessa equação.

          • Não sei, Lulu. Acho que muitas pessoas não tem capacidade intelectual para compreender mais que um pequeno artigo de revista ou jornal. O pior é que essas pessoas se sentem iluminadas e superiores à massa de analfabetos da sociedade. Mas não passam de coitados que por não ter fundamento para confrontar criticamente o que lê, vira marionete nas mão de jornalistas inescrupulosos.

          • Aqui temos uma pequena discordância: não creio que as pessoas optem pela ignorância. O meio, os acontecimentos, as experiências, etc. é que moldam as pessoas. Quem nasce na Noruega tem muito mais chance de desenvolver um olhar voltado para a sociedade do que quem nasce nos EUA.

          • marcelo, você está coberto de razão. eu ando tão de saco cheio da nossa sociedade que estou começando a me comportar como os indigentes mentais. vide o meu comentário. eu simplesmente fui taxativa e simplista e não levei em conta as experiências, a cultura, enfim o ambiente que tb é parte extremamente importante na formação de qq ser humano. na verdade não discordamos. eu fui extremamente simplista e fiz um comentário raso. vc, com razão, apontou as minhas falhas. desculpinha.
            mas devo dizer que sempre que me deparo com alguém da direita, tendo a achá-lo(a) limitado(a). não entendo. para mim, conhecimento e falta de compreensão do mundo não andam de mãos dadas. sei lá. esnobismo??? provavelmente.
            mas, está brabo. não sei se a internet ajudou na piração das pessoas ou elas já eram piradas e encontraram na internet um veículo para divulga-las. cara, parece que a nossa sociedade está sofrendo um surto psicótico. e que, nesse caso, prova-se contagioso, pois tenho me pego sem a menor paciência. iiihhh, olha eu culpando o Outro das minhas idiotices. tô dizendo…

          • A gente também sofre a interferência do meio e então, by by razão. A internet é interessante, as pessoas se revelam nela, acho isso bom. Creio que depois de um longo período de blábláblá vai haver uma acomodação nos ânimos, as pessoas irão se entender melhor. Utopia minha.

  7. O que uma emissora de televisão faz com uma pessoa dessas em seus quadros. Esse negócio de se usar um jornal para incitar o linchamento, fazer críticas partidárias já deu. Isso não é jornalismo, porque não tem imparcialidade e não segue o que diz a Carta Magna. Lei de meios já.

  8. Minha opinião é que quando a pessoa se diz cristã, deveria AMAR E RESPEITAR O PRÓXIMO, inclusive a opinião do próximo.

  9. Ela não está simplesmente deseducando seu público.
    Está cometendo crime:
    Art. 286. Incitar publicamente a prática de crime. Pena – detenção, de 3 (tres) a 6 (seis) meses ou multa.

    Art. 243-D. Incitar publicamente o ódio ou a violência. Pena: multa, de R$100,00 (cem Reais) a R$100.000,00 (cem mil Reais) e suspensão pelo prazo de trezentos e sessenta a setecentos e vinte dias.

    E o MP onde está? É fácil denunciar preto, pobre puta e petista, chavão bem atual.
    Essa mulher pode cometer crime impunemente? E a defesa da sociedade onde fica? O Estado não tem o monopólio legal do uso da violência?

  10. Acredito que o caso desta senhora JA PASSOU FAZ TEMPO da necessidade de uma acao por parte do ministerio das comunicacoes, afinal de contas ela faz apologia a crimes, etc e tal, em UMA CONCESSAO PUBLICA.

    Mas o PB esta mais preocupado com a campanha da esposa no parana.

    Quanto ao caso em si, e lembrando que a dita senhora se diz crista, torna-se impossivel nao citar Nietzsche:

    “O ULTIMO CRISTAO MORREU NA CRUZ”.

  11. A farsa do cinismo. Não é só da barbárie não, Kiko, mas também em nome do cinismo, do preconceito, do racismo velado e maginalizante. Com o Justin Biber (rico, branco, ídolo, anglo-saxão) ela disse em outro editorial: “pega leve com Justin, o menino só está crescendo”. Além da tortura física, a tortura moral de ser marginalizado pelo PIG. Para essa hipocrisia sem bom senso desse jornalismo cruel. A crueldade hipócrita que diz bandido bom é bandido morto e que faz apologia a execução e ao linchamento de pobre e de negro. Quem morre nesse país? Imprensa, polícia, cadeia só funciona para os marginais.

  12. Senhores defensores dos direitos humanos, não tenho visto nenhuma ação efetiva de V.Sas. nos últimos 20 anos, gostaria de saber qual foi a última vez que vocês foram ao presídio visitar os presos, recolheram um drogado das ruas, deram abrigo a uma criança abandonada, deram esmola a um mendigo bêbado, deram agasalho a um sem-teto ou alimentaram um cachorro de rua faminto. Lembrem-se, a crença sem obras é morta.

    • você sabe o que são direitos humanos? sabe exatamente? acho que não porque, se soubesse, também defenderia. ou seja, o fato de você confundir quem defende os direitos básicos humanos – que é uma das prerrogativas civilizatórias – com assistência é um indício da sua falta de compreensão.

      • Lulu

        Vamos nos socorrer de oscar wilde:

        “A CARIDADE É A VIRTUDE QUE NECESSITA DA INJUSTIÇA PARA SOBREVIVER”.

        É obvio que, na situacao de necessidade de alguem, nao devemos nos omitir. Mas é claro que o foco é eliminar as injusticas. Acontece que, para nossa sociedade, a caridade vira o foco e, com isso, glorificam-se os “caridosos”, quiça ate mesmo se esquecendo dos mais pobres.

        • Oscar está dando a melhor resposta para o mauri. eu fico pasma com quem fala dos direitos humanos como se fosse um ente.
          com certeza a mocréia é caridosa, bondosa e todos os “osas” que ela encontrar para se auto-definir.

          obrigada, é sempre o melhor dos refúgios.

          • Veja os casos da globo e do itau.

            A primeira faz crianca esperanca, o segundo fala o tempo todo em sustentabilidade, etc

    • Voce nao acha que discutir uma reportagem que tem como foco a desigualdade ,que é um dos piores problemas da humanidade, não é fazer algo? Ficar de olho nos politcos e tentar discutir sobre politica e jornalismo, leis, etica, moral, essas coisas que se faz aqui no DCM, nao ajudará de certa forma manter as pessoas mais informadas e inteligentes na hora de exercer nossos direitos de cidadão? Aqui é pura ação!

  13. Toda vez que eu vejo essa moça me vem à mente o título de uma peça de Nelson Rodrigues, ‘bonitinha, mas ordinária’. Por que será?

  14. Esta mulher é infame , uma aberração , embora uma surra lhe caísse bem , por respeito aos direitos humanos , sou contra. Tanto nela , como nos que ela sugere espancar. Quanto tempo vamos suportar os absurdos deste monstrengo mental ?

  15. Pior que a opinião dela é o fato de isso estar a ser assistido como jornalismo por uma imensa quantidade de cérebros inertes.

  16. E se fosse ela a linchada por atropelar sem querer, pois muitas vezes acontece, um pobre coitado no ponto do ônibus, é a mesma coisa? Claro que não, ela é de família rica, apadrinhada pelo SBT e pseudoevangélica.

  17. Incitação ao crime. É isso que essa “jornalista” está fazendo. Ela é a representante dos reacionários, dos analfabetos políticos.
    Não tenho o menor respeito por essa mulher, muito menos por quem a defende.
    Ela é um lixo.

  18. Essa pregação de violência e intolerância não pode ser admitida num veiculo que utiliza um meio de comunicação sujeito a concessão publica, como a televisão. Assim como é absolutamente inaceitável permitir que um canal de televisão funcione 24 horas por dia como um partido politico, como faz a GLOBO NEWS. Pior! Faz a pregação politica PARTIDÁRIA, da pior espécie (porque só ataca adversários por meio de manipulações das informações), disfarçada em embalagem de noticias e comentários.
    Isso mostra a urgência da regulamentação do artigo 220 da Constituição Federal que aguarda por leis complementares do Congresso dominado por proprietários de concessões de TV.

  19. Sabe, eu nao ficao chateado de ela ser uma besta quadrada e falar um monte de asneira., Eu fico chateado com o monte de gente que cai na lorota dela. Escuto varias pessoas repetindo esse moralismo de buteco como se fosse uma verdade ignorada. Preconceituosa e simplista charezade nao sabe, o buraco é mais embaixo.

  20. Nesses dias vamos vê-la sentada na Câmara dos Deputados ou no Senado, ao lado de Feliciano e Calheiros, engrossando o coro dos hipócritas.

  21. A Sherazade deve estar apoiando a execução bárbara que ocorreu hoje em Belford Roxo, Estado do Rio. O Brasil tem futuro?

  22. Sobre o assunto não concordo com o ponto de vista da jornalista Rachel quando ela diz que houve legitima defesa, justamente porque existe uma lei contra a justiça feita com as “próprias mãos”, mas não posso deixar de ressaltar: eu concordo que esse tipo de ato ocorre pq há uma omissão do Estado em relação a segurança o que impulsiona uma polícia ineficiente e corrupta, gerando uma indignação popular. Vale ressaltar que o episódio ocorreu no Rio, uma cidade onde há milícias e traficantes comandando áreas da cidade, e por isso, as pessoas se sentem com medo, mas com toda a razão do mundo, dado aos níveis e tipos de criminalidade que ocorrem na cidade.

  23. hahahahaha sim, imagino que você viva no mundo das aparências, por isso, não conseguiu compreender o meu comentário. mas não fique chateado, eu entendo as suas limitações. afinal, as defini acima. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • paulo, mil desculpas, mas ultimamente algumas pessoas entram aqui para nos atacar. pra xingar a gente de petezada, esquerdistas e essas bbkces típicas dos reaças. esse daí, a primeira vez que o vi por aqui, me atacou por causa de um debate que eu estava tendo com o Ygor. claro que não entrou no debate e fez qq crítica construtiva, nem fez nenhum comentário sobre o assunto. não. partiu direto para o pessoal. por isso que desta vez não aturei. desculpas, não vai acontecer de novo.

  24. hahahaha como funciona a cabeça de vocês. sempre cheia de bobagens e crendices. pitonisa. hahaha não, querido, o meu comentário sobre você não foi feito baseado em adivinhações, mas sim depois de ler alguns dos seus nada inteligentes posts. hahahahahahahaha as suas opiniões provam a minha constatação. por isso me divirto com a sua tentativa mas não me importo. vocês são iludidos mesmo. continue assim. hahahahhaaa

  25. O medo desse tipo de comentário dela sabem qual é ? Justamente sua ampla aceitação e a tendência natural do ser humano de cair na barbárie. Ela disse alguma mentira a grosso modo? NÃO!! Mas com certeza é algo que não deve ser permitido sob o risco de virarmos animais.

  26. mentira. vc me atacou na primeira vez que apareceu por aqui falando gracinhas sobre mim. não se lembra? vou refrescar a sua memória: sobre o toplessaço. pois é, eu estava discutindo com o Ygor e você fez um comentário por fora, em separado, me atacando apenas e não sobre o assunto. querido, eu li e aguardei a oportunidade para dar o troco. assuma o que fez. melhor está escrito, portanto não podes mentir. assuma o que fez e o que faz.

  27. Essa aí sim, sabe ser nasifacista! Um verdadeiro monstro, essa mulher. Parafraseando Nelson Rodrigues: bonitinha mas ordinária!!!

  28. Acho “lindo” pessoas que defendem a própria opinião inferiorizando quem discorda!
    Na verdade o que vi aqui não foi um debate, e sim uma maioria massacrando o restante e se julgando superior! Pessoal, quem defende os direitos humanos deveria ter como regra primária, o RESPEITO. Vocês são obrigados a respeitar a opinião do próximo.
    Será que tem como discutir sem criticar o português do outro? Sem chamar o outro de ignorante só porque tem um pensamento diferente?
    É muita arrogância achar que tem nas mãos toda a verdade do mundo!

Comments are closed.