Com vocês, nosso documentário sobre os médicos cubanos na cidade brasileira com menor IDH

Maribel herrera em uma das visitas
A documentarista Alice Riff (de pé) com a médica Maribel Herrera

 

O DCM orgulhosamente apresenta o documentário “Dr. Melgaço”, fruto do nosso primeiro projeto de crowdfunding (o segundo, sobre o helicóptero da família Perrella apreendido com 450 quilos de cocaína no Espírito Santo, está na plataforma Catarse).

A documentarista Alice Riff foi enviada a Melgaço, no Pará, a cidade com o mais baixo IDH do Brasil, para relatar o impacto do programa Mais Médicos sobre a população. Antes, dois médicos se revezavam ali. Cada um deles permanecia 15 dias e era com isso que os 25 000 moradores podiam contar.

Alice e o câmera Thiago Carvalhaes fizeram 3 horas e meia de voo entre São Paulo a Belém e encaram outras 12 de barco até Melgaço. Durante oito dias, Alice falou com mais de 50 pessoas, do prefeito aos locais, e acompanhou o cotidiano da Unidade Básica de Saúde, UBS. Thiago de Luccia, médico de familia e comunidade, os acompanhou.

O trabalho de duas médicas cubanas, Maribel Herrera e Maribel Saborit, (as “Maribeis”) foi seguido de perto. Com 20 anos de experiência, elas estiveram em outros países, como a Venezuela. Deixaram marido e filhos em Cuba e falaram da falta que sentem deles. Contaram do apreço pelo trabalho que desenvolvem. A cantora Fafá de Belém dá seu depoimento sobre a vida das crianças na região.

O resultado está aqui. Queremos agradecer a todos vocês que se engajaram na produção deste vídeo. Muito obrigado.

Um grande abraço.