Você pagará o merchã que Temer encomendou a Silvio Santos para vender a reforma da Previdência. Por Kiko Nogueira

O autor do programa “minha autoestima, minha vida”

 

Michel Temer jantou na noite de quinta-feira, dia 20, com Silvio Santos para lhe pedir uma ajuda no sentido de rebater “mentiras” sobre a reforma da Previdência.

Vai ver se Silvio topa vender para suas colegas de trabalho o peixe que Michel sabe que é podre. 

A reunião, segundo o Estadão, foi combinada na semana passada, quando Temer esteve em São Paulo no salão do famoso Robson Jassa.

Quem articulou a conversa foi o Ratinho, o que é muito adequado.

Diz a matéria:

“O presidente quer que o apresentador faça a defesa do projeto do governo para o público. A estratégia de comunicação será conversada neste encontro. Inicialmente não há intenção de Temer ir ao programa do Silvio, mas aproveitar o espaço no programa de Silvio para disseminar o discurso de que as mudanças não vão acabar com aposentadorias ou direitos. Em um segundo momento, Temer até poderia gravar para o programa.”

Acompanhe a que ponto chegou nosso Carlos Magno:

Ao conversar com seu cabeleireiro, na semana passada, Temer lamentou a resistência que estava enfrentando na reforma da Previdência.

Jassa, então, falou que Ratinho poderia ajudá-lo e o apresentador sugeriu, então, que Temer falasse com Silvio Santos”.

Temos um titular que, depois de décadas sendo aconselhado pela malta que hoje ocupa postos chave em Brasília enquanto não vai para a cadeia, no desespero resolve pedir sugestões ao sujeito que dá um tapa em seu implante.

Nada contra Jassa, que fique claro, profissional competente que atende todo velho rico brasileiro há 70 anos.

O problema é a falta de noção do cliente.

Não há a menor possibilidade de SS fazer esse serviço de graça. Vai custar, para começar, mais alguns anúncios de estatais.

Sem contar que o irmão de Silvio, Henrique Abravanel, teve os sigilos fiscal e bancários quebrados para apurar fraudes do Banco Panamericano.

O dono do Baú vai querer saber o que o pobre coitado de seu interlocutor poderá fazer por ele. 

Silvio e Michel são escolados para lidar com ratinhos e ratões.