1 954 078: nosso novo recorde de acessos num único dia

Quase 2 milhões de visitas num único dia
Quase 2 milhões de visitas num único dia

1 954 078.

Eis um novo recorde em nossa história de pouco mais de dois anos.

Tivemos quase 2 milhões de acessos neste último domingo.

Num único dia, conseguimos a mesma audiência que só obtivemos somando os resultados dos primeiros cinco meses do DCM sob a atual forma, a partir de janeiro de 2013.

Confesso que esperava que fôssemos demorar para bater o recorde anterior, 1  350 000, registrado no dia seguinte ao segundo turno das eleições presidenciais.

Eleições são eleições. Sites de notícias e análises como o nosso são atentamente acompanhados a cada debate, pesquisa, novidade.

Mas apareceu o extraordinário caso de Marco Archer, o brasileiro fuzilado neste final de semana na Indonésia – e o DCM apresentou um perfil extraordinário feito por Renan Antunes, um jornalista que entrevistou-o ao longo de quatro dias, em 2005.

Renan pegou o material que colhera sobre Archer e o atualizou. Na retaguarda, nos valemos de um excelente livro em que Archer é um dos principais personagens, Snowing in Bali, da jornalista australiana Kathryn Bonella.

No livro, Bonella descreve de maneira eletrizante o universo do comércio de cocaína em Bali.

Bali pode ser o paraíso e pode ser o inferno de um traficante. Lá, o quilo da cocaína pode chegar a 300 000 dólares, quando há escassez. Nos países produtores – Peru, Bolívia e Colômbia – o quilo custa 1 000 dólares.

Os lucros são fabulosos, portanto. Mas, se você é pego como Archer, pode terminar diante de um pelotão de fuzilamento.

O perfil de Archer, até o momento em que escrevo, 23 horas de segunda, já foi lido por 2 milhões de pessoas. No Facebook, o número de curtidas se aproxima de 300 mil – um feito para qualquer site em qualquer parte do mundo.

A repercussão da matéria está à altura dos números. Em sua página no Facebook, o filósofo Renato Janine Ribeiro, por exemplo, iniciou um debate sobre o caso com base no nosso texto.

Neste debate o momento mais tocante veio de um lamento de um amigo de Archer dos tempos de juventude no Rio de Janeiro.

Quando bateremos este recorde?

Não sei.

O que é certo é que continuaremos empenhados em ser o melhor e o maior site de notícias e análises do Brasil.

Nossas armas: independência, apartidarismo, transparência.

Tudo sob a guarida de uma missão: conectar pessoas em torno da ideia de uma sociedade mais justa.

Uma sociedade “escandinava”, como gostamos de dizer.

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!