Qual é o melhor tablet para você?

Diversos modelos foram lançados no mercado este ano; fizemos um comparativo entre os principais deles.

As opções não são poucas, então decidimos ajudá-lo a escolher

No começo de março, o CEO da Apple Tim Cook falou que este seria o ano do iPad. Ele estava certo. De lá pra cá, a companhia já lançou três novos aparelhos — e suas vendas quebram um recorde após o outro. Mas se o ano foi bom para a Apple, também foi para as suas concorrentes: Google, Samsung, Microsoft, Amazon são apenas algumas das empresas que colocaram gadgets no mercado para competir com ela.

Com a proximidade do natal, imagino que muitas pessoas estejam pensando em dar um tablet de presente para alguém — talvez para si mesmas. E com tantos lançamentos, muitas novidades foram introduzidas nesses pequenos dispositivos, que contam apenas com uma tela touchscreen e escassos botões físicos. Decidi fazer, então, um comparativo mostrando qual deles é mais o adequado para cada necessidade.

iPad

Ele é de longe o tablet mais vendido, com quase 70% do mercado. Sua tela de 9,7” é perfeita para ler livros, rodar qualquer tipo de aplicativo e ver filmes. A navegação na internet é uma experiência satisfatória. Bem versátil, pode ser usado para gamers casuais e até para funções empresariais. Preço: R$ 1 549 até R$ 2 229

iPad Mini

A grande aposta da Apple para as compras de fim de ano.

Sua tela é significativamente menor, mas por outro lado é mais leve e barato. Ele é ótimo para aqueles que querem levar a internet sempre consigo e não se contentam com o pequeno display dos smartphones. O iPad Mini ainda não está disponível no Brasil, mas tudo indica que deve chegar até o final do ano. Preço: US$ 329 até US$ 659.

Microsoft Surface RT

Quando ele foi apresentado ao publico em junho, mostrou que a Microsoft não queria ficar para trás nessa corrida. Na época sem preço divulgado, muitos acharam que ele poderia tirar um pouco de terreno do iPad por ser barato. Mas junto com seu lançamento, no dia 26 de outubro, veio a notícia: ele teria o mesmo preço do gadget da Apple. A funcionalidade mais bacana é a sua capa de proteção, que do outro lado funciona como teclado e trackpad. A tela é um pouco maior que da sua concorrente, medindo 10,6”. É perfeito para aqueles que precisam editar textos e planilhas; ele já vem pré instalado com o pacote Office 2013. Mas há um grave problema: o Surface RT não vem com antenas para 3G ou 4G. Ele ainda não tem data para ser vendido por aqui. Preço: US$ 499 até US$ 699.

Microsoft Surface Pro

Esse dispositivo ainda não foi lançando nem mesmo nos EUA, mas merece ser citado aqui por ser bem diferente de todos os outros tablets à venda. Diferente de seu irmão RT, ele rodará a versão completa do Windows 8, então todos os aplicativos (e vírus também) poderão ser usados. Com certeza seu preço será bem elevado e será usado por profissionais. O certo seria até comparar ele com ultrabooks, mas como tem tela touchscreen, ficará nessa categoria mesmo. E, como o RT, ele não possui versões com 3G e 4G. Preço: N/D

Google Nexus 10

Esse tablet é o que tem maior resolução entre os seus concorrentes: 2560 x 1600 em uma tela de 10”.  Seu design é lindo, diferente e chamativo, servindo como uma moldura perfeita para seu eficiente sistema operacional Android 4.2. As opções de memória variam entre 16 ou 32 GB. O lado negativo é que ele segue a ideia do Surface e não possui (pelo menos por enquanto) antenas 3G e 4G. Ele é indicado para quem trabalha com imagens ou quer assistir filmes em Full HD. O Nexus 10 ainda não está à venda no Brasil, mas deve chegar até o natal. Preço: US$ 399 até US$ 499.

Google Nexus 7

Ele foi atualizado no lançamento do Nexus 10. Competidor direto do iPad Mini, seu ponto forte é a portabilidade. Sua tela 7” e rádio 3G/4G fazem dele um ótimo companheiro de viagens, perfeito para ler livros e ver filmes de pequena duração. Quem gosta de um game casual não se arrependerá ao comprar esse pequeno tablet. Pelo preço baixo, talvez seja o melhor em termos de custo beneficio. Também não chegou ao Brasil. Preço: US$ 199

Amazon Kindle

Os Kindles vêm em três diferentes versões. O mais barato e limitado da linha, o Fire de 7″, já é vendido há um bom tempo. O Fire HD custa um pouco mais caro, mas já traz um avanço em relação ao outro. Mas é o Fire HD 8,9” que se deve comprar. Com o acervo gigantesco de livros e filmes da Amazon, conteúdo não faltará para consumir nesses tablets. Preço: R$ 729 até R$ 1 250

Samsung Galaxy

Neste ano, a empresa coreana ficou para trás com seus Galaxy 10 e Galaxy 7. Eles ainda não foram atualizados para o novo sistema Android 4.2 e a qualidade de suas telas não chegam nem perto da família Nexus. O sucesso que a companhia está tendo com seu celular Galaxy S III não reflete em seus tablets. Não posso sugerir eles para ninguém no momento, infelizmente.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!