Congressista americana assegura teste gratuito de coronavírus para todos os cidadãos dos EUA

A congressista Katie Porter provocou um abalo na administração Trump, ao fazer o diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, Robert Redfield, garantir que todo americano teria direito de fazer o teste para a detecção de coronavírus.

Katie ilustrou tudo ao vivo, numa pequena lousa, na frente do funcionário do Departamento de Saúde e Serviços Humanos e de outros congressistas. Ela mostrou que o mínimo que um cidadão gasta para obter o teste são 1.331 dólares.

“Doutor Redfield, você quer saber quem tem o coronavírus e quem não tem?”, começou Katie. “Não são apenas pessoas ricas, mas todo mundo que pode ter o vírus?”. E assim sucedeu, numa série de indagações que o diretor laconicamente respondeu.

A discussão de cinco minutos no Comitê de Supervisão e Reforma da Câmara, faria Katie Porter se tornar uma heroína. Ela então garantiu que a administração federal tem autoridade para tornar o teste gratuito para os cidadãos, o que ela garantiu ser legalmente possível.

‘Assegurei um compromisso de alto funcionário de Trump de que eles realmente o fariam’, completou Katie.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!