Sobrenatural de Almeida derrotou o Corinthians

Supernatural compareceu
Supernatural compareceu

Sobrenatural de Almeida.

Boss me apresentou a ele, obra do maior cronista esportivo do Brasil, Nelson Rodrigues.

Pelo menos foi isso que Boss me garantiu: o maior de todos. O Scott brasileiro, modéstia à parte. LOL. (Nota da tradutora: laughing out loud, rindo alto.)

Para mim, é Supernatural.

Invoco-o porque ele se manifestou espetacularmente ontem, na estreia do Itaquerão pelo Corinthians.

Convenhamos.

Em 100 partidas como aquela, o Corinthians ganharia 99. Mas perdeu exatamente a primeira partida em seu novo estádio, aliás lindo, e para o lanterna.

Não tenho dúvidas. Supernatural se infiltrou ali entre os torcedores, talvez até enrolado a uma bandeira e cantando o hino do Almighty.

O Corinthians avançou, inegavelmente, neste ano. Está longe de ter o padrão do meu Man City – mas quem tem, de resto? Mesmo assim, não é aquele time do ano passado de compacta impotência na hora de fazer gols.

Oscila, quando em 2013 era estável em sua ruindade inamomível.

A derrota do Corinthians não elimina a surpresa de ver um estádio moderno e lotado, algo tão raro no futebol brasileiro.

Quando os big hats (nota da tradutora: cartolas) vão aprender que estádio cheio é parte vital de um espetáculo futebolístico.

Ponham Real Madrid e Barcelona para jogar num estádio vazio. Será um tédio infinito, a despeito de Messi, Neymar ou Cristiano Ronaldo.

Pelo que vi do campeonato, até aqui, o Corinthians é um dos favoritos, desde que Supernatural seja detido.

Inter, Grêmio, Cruzeiro  e Atlético Mineiro  completam o primeiro pelotão dos favoritos.

Numa segunda faixa, correm São Paulo< Fish e Fluminense.

Só Supernatural pode mudar essa ordem de coisas.

Sincerely.

Scott

Tradução: Erika Kazumi Nakamura

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!