“A Argentina rechaça Bolsonaro”, dizem manifestantes no centro de Buenos Aires

A tradicional “Ronda das Mães da Praça de Maio” desta quinta, 6, homenageou o capitão

Nesta quinta, 6, a tradicional “Ronda das Mães da Praça de Maio”, em Buenos Aires, adotou a bandeira “Argentina repudia Bolsonaro” pela ocasião da visita do presidente brasileiro à Argentina.

Enquanto Nora Cortiñas (Madres de Plaza de Mayo – Línea Fundadora) marchava contra a presença do homem que faz apologia a ditaduras e à tortura, e Hebe de Bonafini (Asociación Madres de Plaza de Mayo) posava com o cartaz feito pelo artista brasileiro censurado Cristiano Siqueira, lá dentro da Casa Rosada Bolsonaro se reunia com Mauricio Macri pela primeira vez em terras argentinas.

As manifestações contrárias à visita continuarão ao longo de toda a tarde e a noite.

Mais de 60 organizações políticas, sociais, de migrantes, afrodescendentes, feministas e LBGTs convocam o ato marcado para às 18h.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!