A carta de Lula sobre João Gilberto: “a felicidade que ele nos trouxe não terá fim”

Lula. Foto: Ricardo Stuckert

Jair Bolsonaro chamou João Gilberto de “uma pessoa conhecida, talquei?”.

Lula escreveu sobre o pai da Bossa Nova, em carta:

“O país vivia o otimismo e as promessas de um Brasil moderno no período Juscelino Kubitschek. João Gilberto representou o país com a melhor música do mundo, criou uma nova forma de cantar e tocou em rádios nos mundo todo (…). A lembrança de João Gilberto, a felicidade que ele nos trouxe, e sua música, não terão fim”.

Leia abaixo na íntegra:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!