A entrevista de Chérif Kouachi, um dos suspeitos do atentado ao Charlie Hebdo, a uma rádio francesa

 

Jornalista: Você planeja matar de novo em nome de Alá ou não?

Chérif: Matar quem?

Jornalista: Eu não sei. Estou te fazendo uma pergunta.

Chérif: Nós matamos civis durante os dois dias que vocês estão procurando por nós?

Jornalista: Vocês mataram os jornalistas.

Chérif: Mas nós matamos civis? Civis ou pessoas durante os dois dias que vocês estão procurando por nós?

Jornalista: Chérif, você matou nesta manhã [de sexta]?

Chérif: Nós somos defensores do profeta. Não matamos ninguém. Se alguém ofender o profeta, então não há problema, nós podemos matá-lo. Nós não matamos mulheres. Não somos como vocês. Vocês são aqueles que matam mulheres e crianças na Síria, no Iraque e no Afeganistão. Não somos assim. Temos um código de honra no Islã.

Jornalista:Mas vocês só procuraram vingança aqui. Vocês mataram 12 pessoas.

Chérif: Sim, porque nós buscamos vingança. Você disse bem. Buscamos vingança.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!