A história se repete: adeus a Vargas