A importância da divulgação das imagens do famoso “triplex”. Por Luis Felipe Miguel

Luxo e sofisticação

Publicado no Facebook de Luis Felipe Miguel

A divulgação das imagens do famoso “triplex” cumpre papel importante. A crer na imprensa brasileira, o imóvel do Guarujá seria um novo Taj Mahal. O que vemos, no entanto, é um apartamento simples, acanhado, mal-acabado.

Por que isso é importante?

Porque a disputa em torno da condenação de Lula tem duas dimensões. Uma é a dos argumentos jurídicos, das provas de culpabilidade, das evidências sujeitas a uma investigação racional.

Quem é sensível a este aspecto já está careca de saber que o veredito de Moro é injusto.

Mas há a outra dimensão, que toca num imaginário difuso e emocional, que a própria palavra “triplex” aciona, com sua conotação de luxo e requinte.

Nessa dimensão, que não está preocupada com provas, a resposta à campanha contra Lula é a que ele próprio dá: que ele jamais se sujaria por tão pouco.

Isso está cada vez mais evidente. Lula é daqueles que veem a si mesmos como figuras na história.

É um sujeito que está na prisão por julgar que a busca por um asilo político, que lhe garantiria a liberdade, mancharia sua imagem. Não é alguém que se deixaria comprometer por uma propina.

Qualquer um que veja aquele apartamento no Guarujá, o pequeno e desgracioso apartamento real, não a opulenta fantasia que o noticiário alimentou por anos, e o compare com a dimensão política e histórica de Lula precisa admitir: a hipótese de que ele foi corrompido é profundamente descabida.

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube

COMPARTILHAR