A mentira de Moro e Bolsonaro no caso dos laranjas do PSL. Por Moisés Mendes

Bolsonaro e Moro

Quem mentiu, Sergio Moro ou Bolsonaro? A hipótese mais razoável (e mais alarmante) é a de que Moro mentiu para Bolsonaro no caso dos laranjas do PSL.

Bolsonaro inventou um documento? Sergio Moro forjou um documento?
Este é o começo da matéria da Folha sobre as mentiras.

“Inexiste o documento que o próprio presidente Jair Bolsonaro disse, em junho passado, ter recebido do ministro Sergio Moro (Justiça) sobre o inquérito da Polícia Federal acerca dos laranjas do PSL, de acordo com a versão apresentada pela CGU (Controladoria-Geral da União), órgão do governo federal.

A CGU é comandada por um ex-oficial do Exército, Wagner Rosário.

A manifestação da CGU é resposta ao recurso feito pela Folha a partir de pedidos recusados duas vezes por Moro dentro da Lei de Acesso à Informação.

A CGU deu parecer sem pedir explicações adicionais à Presidência e ao Ministério da Justiça, sob o argumento de que as informações constantes no processo digital “foram suficientes para a formação da opinião técnica”.

O artigo 23 do decreto que regulamentou a Lei de Acesso diz que a CGU “poderá determinar que o órgão ou entidade preste esclarecimentos”. A Controladoria abriu mão dessa hipótese e escreveu que “não houve necessidade de interlocução” com a finalidade de obter esclarecimentos adicionais”.

E assim segue o baile. Sergio Moro enrolou Bolsonaro para fazer média com o chefe? Bolsonaro usou Sergio Moro?

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!