Ação da polícia desmonta barracas vazias do acampamento de Sara Winter. Por Donato

Sara Winter durante protesto neonazista em frente ao STF

Na manhã deste sábado (13/6) a polícia do Distrito Federal desmontou o acampamento dos “300 do Brasil”, capitaneado pela alucinada Sara Winter.

A ação da polícia desmascarou a farsa. Não havia ninguém dentro das barracas.

As barracas de Sara eram armação pura, nos sentidos figurado e literal.

Como um circo abandonado, não houve nenhuma resistência, por falta de quórum.

Sara usou o twitter para protestar e, para variar, mentiu:

“A Secretaria de Segurança desmantelou baixo gás de pimenta e agressões.
Barracas, geradores, tendas, TUDO TOMADO à força!
A Militância bolsonarista foi destruída HOJE.”

Os vídeos desmentem todas as farsas:

Não houve necessidade de repressão policial e os tais 300 nunca existiram. Só uns 3 e olhe lá.

Na noite de ontem, ao se deparar com a notícia de que o MPF deu 24 horas para que o procurador decida sobre o pedido de sua prisão, Sara reagiu de modo curioso:

“Estamos vivendo sob uma ditadura.”

Ué, mas não é esse governo que ela apoia?

Sara Winter precisa de tratamento psiquiátrico severo, intenso, de longo prazo.