Acredite se quiser: a fake news do “porteiro que morreu de covid” foi tirada de “Brokeback Mountain”

Uma fakenews sobre a pandemia da covid-19 surgiu com força nas redes sociais, no fim de março de 2020, especificamente no Twitter.

Vários perfis, muitos deles falsos, espalharam a notícia que “o primo do porteiro aqui do prédio foi trocar o pneu do caminhão e o pneu estourou no rosto dele. Receberam o atestado como se fosse de covid-19”.

Para além da óbvia manipulação, o que há por trás dessa mentira deslavada sobre a pandemia e o clamor pela abertura da atividade econômica?

A frase usada na corrente é tirada de um dos diálogos mais belos e tristes do filme “O segredo de Brokeback Mountain”, longa-metragem de 2005, dirigido pelo cineasta Ang Lee. O filme conta a história de dois homens, casados, que se descobrem apaixonados.

Na cena, o personagem Ennis del Mar (Heath Ledger) conversa com Lureen (Anne Hathaway), pelo telefone. Ela relata a morte de Jack (Jake Gyllenhaal), da seguinte forma.

“Jack estava enchendo um pneu do caminhão em uma estrada quando esse pneu estourou. A roda bateu em seu rosto e quebrou nariz e queixo, deixando-o inconsciente. Quando alguém chegou para socorrê-lo, ele estava afogado no próprio sangue. Uma coisa terrível. Ele tinha só 39 anos”.

A cena seguinte – um flashback – mostra que Jack não tinha morrido daquela forma, mas atacado por três homens.
O filme, aclamado pela crítica e público, mostra a história de amor desses dois homens.

Também mostra o medo de Ennis em sair do armário e revelar que ama outro homem.

Ciente do preconceito contra os gays – o filme é ambientado no interior dos EUA em meados dos anos 1960 e 1970 – Ennis tem medo de acabar como outro homem que ousou sair do armário na cidadezinha onde ele cresceu – foi espancado até a morte.

É bastante curioso que uma fake news inspirada numa história tão triste e singela tenha viralizado entre os apoiadores de Jair Bolsonaro. Será que alguém do “gabinete do ódio” gosta dessa história?

Também é bastante revelador que um filme tão poético e delicado tenha sido distorcido dessa maneira para criar uma mentira.

Sinal que quem criou essa fake news não consegue poupar nada que tenha humanidade, afeto, sentimento e coisas afins.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!