Acuado e deslocado, Bolsonaro almoça sozinho em bandejão de Davos

Bolsonaro em bandejão de Davos (FOTO Jamil Chade)

Jamil Chade, correspondente do Estadão em Davos, fez uma série de tuítes com um retrato da participação medíocre de Jair Bolsonaro em Davos.

“3,5 mil participantes e 70 chefes de estado e governo. Mas Bolsonaro almoçando sozinho em Davos”, escreveu Chade na legenda de uma foto de JB num restaurante meia boca.

Bolsonaro discursou por míseros 8 minutos na plenária do 49º Fórum Econômico Mundial. Só platitudes.

Na sequencia foram 7 de perguntas. Inicialmente ele tinha acertado 45 minutos, depois reduzidos a 30.

“Hoje em dia um precisa do outro. O Brasil precisa de vocês, e vocês com certeza precisam do nosso querido Brasil”, afirmou, com a voz trêmula.

É inacreditável.

“É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do que falar e acabar com a dúvida”, segundo o velho adágio.

Os tuítes de Chade:

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!