Advogado de Lula é chamado de “escória” no Facebook e responsabiliza Moro

Zanin
Zanin

Publicado por Cristiano Zanin Martins em seu Facebook.

 

É claro que a pessoa que escreveu a mensagem abaixo mensagem sabe que está cometendo um crime. Mas acha que por estar escrevendo no “Messenger” está imune às leis. Infelizmente isso acontece com muita frequência. Manifestações de racismo também ocorrem – geralmente – dessa forma. Mas o exemplo negativo também vem de pessoas que exercem relevantes cargos públicos. Por exemplo: recentemente um juiz permitiu que uma “testemunha” chamasse a parte e seu advogado de “lixo” e depois chegou a pedir “desculpas” a ela – sabe-se lá o motivo. Tudo gravado e preparado para ser exibido no “Jornal Nacional”.

Não bastasse, depois de achar que nada estava sendo registrado, passou a agir de forma desrespeitosa e incompatível com o cargo. Que País desejamos? Esse, do ódio e da intolerância, estimulados até mesmo pelas autoridades? Ou um País em que a tolerância e a diversidade sempre andaram juntas? Espero que a “doença” da intolerância não se torne crônica e seja superada nesse novo ano que em breve se iniciará! E que as preferências e divergências políticas não sejam resolvidas pelos tribunais, mas, sim, pelo povo, como diz a Constituição Federal.

 

ZANIN - FB2 ZANIN - FB

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!