Agora estão achando que a fuga de Bolsonaro no avião da FAB não foi normal. Por Moisés Mendes

Atualizado em 9 de setembro de 2023 às 7:56
Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) descendo de um avião da FAB. Foto: Marcos Corrêa

Por Moisés Mendes

Por que Bolsonaro largou o governo, pegou um avião da FAB e voou para os Estados Unidos e nada aconteceu, não houve nenhum questionamento formal?

Não aconteceu nada porque todos os que o sustentaram no poder, incluindo a grande imprensa, acharam normal. Os especialistas (sempre eles) ouvidos pelos jornais acharam normal.

O sujeito fugiu num avião do governo e a Globo achou normal, a Folha achou normalíssimo. Bolsonaro fugiu levando as joias que o ajudante Mauro Cid tentava vender.

Com raras exceções aqui e ali, os jornalões entenderam que Bolsonaro estava fazendo o que podia fazer, por ser ex-presidente, e que não havia nada de anormal. E logo se esvaiu a pergunta do ‘será que pode’?

A grande imprensa não viu nada de anormal quando Sergio Morto condenou e encarcerou Lula.

Achou que estávamos na maior normalidade quando Moro foi trabalhar para Bolsonaro, que venceu a eleição porque Lula estava preso por condenação de Moro.

Moro, que já é quase ex-senador, é uma figura abandonada pelos próprios parceiros, depois da destruição da estrutura criminosa da Lava-Jato.

Falta tentar tirar da anormalidade outros fatos que a grande imprensa normalizou, entre os quais a fuga de Bolsonaro para a Flórida, que volta a ser assunto.

O ex-presidente Jair Bolsonaro em evento nos Estados Unidos Foto: Reprodução

Uma equipe técnica Tribunal de Contas da União decidiu que não há como identificar interesse público na viagem de Bolsonaro para os Estados Unidos.

Bolsonaro deixou o país dia 30 de dezembro e voltou em 30 março de 2023, ou seja, 89 dias depois.

Foi fazer o quê? Vender as joias? O Ministério das Relações Exteriores calcula que a viagem custou R$ 800 mil.

Pagamos, eu, tu, nós todos R$ 800 mil para que o sujeito ficasse com sua turma, inicialmente à espera do golpe e depois à espera do que aconteceria se o golpe falhasse e seus líderes fossem presos.

Bolsonaro fugiu porque temia as consequências de um golpe fracassado, que ele sabia que não daria certo. Mas prenderam só os manés.

O governo Lula destinará R$ 800 para cada família atingida pela enchente do Vale do Taquari. Com o dinheiro que Bolsonaro gastou em Orlando, mil famílias poderiam comprar comida.

Bolsonaro torrou R$ 800 mil na vagabundagem, e o TCU tenta agora recuperar o dinheiro, que não significa nada para quem tem mais de R$ 17 milhões de PIX no banco.

Originalmente publicado no blog do Moisés Mendes

Participe de nosso grupo no WhatsApp, clique neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link