Senadores comentam aprovação de Mendonça “A culpa é do Alcolumbre”

Alcolumbre e Mendonça
Alcolumbre não queria a aprovação de Mendonça

Por Daniel César e Naian Lucas Lopes

Alcolumbre tem sido criticado por aliados por sua postura no caso de André Mendonça. O presidente da CCJ no Senado demorou quatro meses para pautar a sabatina do ex-AGU. O objetivo era com que o indicado de Bolsonaro fosse derrotado no Congresso. Porém, o efeito acabou sendo contrário.

Conforme apurou o DCM, grupos que apoiam Alcolumbre disseram que o parlamentar perdeu o “timing” da situação. Na opinião deles, a sabatina deveria ter ocorrido entre o fim de agosto e começo de setembro. Isto porque o presidente Bolsonaro estava em pé de guerra com os senadores.

Com a demora, os ânimos se acalmaram e deu tempo de Ciro Nogueira ser acionado para articular. Aliás, o Ministro da Casa Civil tem sido tratado pelos congressistas como o principal responsável pela aprovação de Mendonça. Na opinião dos aliados do ex-presidente do Senado, houve um ‘erro de cálculo’.

Em grupos de WhatsApp, a situação também repercutiu. Senadores atribuíram a ida de Mendonça ao STF para as mãos do presidente da CCJ. “A culpa é do Alcolumbre”, escreveu um dos parlamentares.

Leia mais:

1 – Bolsonaro reconhece que Moro pode lhe tirar votos

2 – Desigualdade salarial: mulheres ainda ganham 78% da renda dos homens

3 – Lula tem quase o dobro das intenções de voto de Bolsonaro, diz Sensus

Alcolumbre não se sente derrotado

Davi trabalhou muito para que André Mendonça não fosse aprovado. Seu nome predileto era Augusto Aras. Porém, mesmo com a aprovação do pastor e ex-ministro de Bolsonaro, o senador não se sente derrotado. Na opinião dele, os congressistas é que vão se arrepender no futuro.

“A gente sabe que ele errou, mas o Alcolumbre diz que tá com a consciência limpa. Na visão dele, muitos que votaram no Mendonça vão se arrepender no futuro. Ele tem certeza que o novo ministro vai atuar de uma forma controversa. Até mesmo para os evangélicos”, falou um interlocutor.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.