Amigo e ex-assessor de Mandetta, advogado é encontrado morto em seu apartamento

Kiko Cangussu

O advogado Kiko Cangussu foi encontrado morto em seu apartamento nesta segunda-feira em Campo Grande. Ainda não se sabe a causa do falecimento.

Cangussu, amigo pessoal do ministro da Saúde, foi assessor parlamentar quando Mandetta era deputado federal.

Um amigo estranhou seu sumiço e o achou morto na cozinha do apartamento.

Ele tinha um filho, que deixou um recado na página do pai: “Infelizmente, aconteceu o pior. Publico mais informações depois.”

Em postagens recentes, Cangussu reclamava de sinusite e falava muito do coronavírus.

Na última sexta-feira, escreveu o seguinte:

Hoje senti de verdade medo do coronavírus. Estava acelerado fazendo minhas compras quando entrei na fila da padaria – guardando a distância de mais de 1 metro quando entra na fila atrás de mim, praticamente encostado, um sujeito pálido, mal encarado todo de preto. De repente o cidadão dá uma tossida rouca forte e em seguida outra- sabe aquela tosse de cachorro? Parei de respirar e dei um pulo quase derrubando o cara que estava à minha frente na fila.

É claro que aquele cidadão está contaminado, se é corona não sei, mas que ele está com algum vírus não tenho dúvida alguma. Quando terminei minhas compras e estava no caixa pagando não é que o Zorro foi encostando para pagar sua conta também?! Se aproximou tanto que a caixa o alertou da distância mínima entre as pessoas. Que Deus me perdoe, mas me deu uma vontade enorme de jogar na cara desse louco uma das sacolas de compra que estavam ao meu alcance.

Paguei e fui atrás do gerente relatando o ocorrido perguntando porque não impediram sua entrada. Sem graça, disse que tentaram barrá-lo mas ele ameaçou chamar a polícia. Antes de chegar ao carro, limpei tudo com álcool gel e vim pra casa onde já fiz a higienização necessária e pedi proteção aos meus santos. Que cagaço!