Ana Maria Braga é “dona do Louro José” na Globo? Caso está na Justiça

O processo foi aberto em 2012 e revindica para Ana Maria o registro do personagem. Foto: Divulgação

Diário do Nordeste informa que segue a batalha de Ana Maria Braga na Justiça para ser reconhecida como autora do personagem Louro José, com quem a apresentadora trabalha há mais de 20 anos. O processo, que tem do outro lado os artistas Antonio Marcos Costa e Renato Aparecido Gomes, responsáveis pelos primeiros croquis de Louro, estava no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas a 3ª Turma decidiu que a disputa seja conduzida pela Justiça de São Paulo. Além da autoria, Ana Maria pede também indenização no valor de R$ 650 mil por danos morais.

O caso ainda pode estar longe de um desfecho. Caso uma das partes recorra da decisão, o processo voltará ao STJ.

O processo foi aberto em 2012 e revindica para Ana Maria o registro do personagem. Ana Maria e o então marido Carlos Madrulha afirmam ter criado Louro José em 1997. Na época, a loira queria captar o público infantil, pois o programa que comandava competia com desenhos animados.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!