Ana Maria Braga nunca interage com as 3 negras que a ajudam na cozinha. Não consigo mais achar normal. Por Jô Sap

Ana Maria Braga com uma de suas ajudantes negras

Este texto publicado no perfil de Jô Sap no Facebook viralizou:

Ligo a tv, zapeio pelos canais, encontro Ana Maria Braga, que ensina uma receita de profiteroles, resolvo assistir.

Receita vai, receita vem, Ana Maria é ajudada na cozinha por três mulheres negras, são elas que picam os legumes, descascam as cebolas, retiram os alimentos quentes do forno, lavam as louças sujas, entregam as vasilhas para a apresentadora, sempre mudas, nunca esboçam nenhuma palavra.

Nenhum diálogo é travado entre a apresentadora e as ajudantes, nenhum, nadinha, elas inclusive mantêm suas cabeças  baixas e não olham para as câmeras.

Ana Maria jamais faz qualquer interação com essas mulheres, somente pequenos sussurros, “pega pra mim”, “segura pra mim”, “coloca lá”.

Durante a receita, a apresentadora conversa apenas com um boneco em forma de papagaio, fala o quanto a receita é deliciosa, prática e fácil de fazer.

Enquanto isso, as três cozinheiras negras circulam pela bancada, ora do lado da apresentadora, ora atrás e o tempo todo lhes prestando apoio. São mudas, invisíveis e cabisbaixas.

Não consigo mais achar isso normal.