Anfitrião de Bolsonaro no PI, Mão Santa foi condenado por corrupção e o 1° governador deposto no país

O capitão é recebido por Mão Santa em Parnaíba (PI)

Quando ninguém mais acreditava, após uma série de fracassos consecutivos, Francisco de Assis de Moraes Souza, o Mão Santa, ressurgiu das cinzas em 2016 derrotando o PT numa eleição marcada por polêmicas pela prefeitura de Parnaíba, a segunda maior cidade do Piauí.

Francisco ganhou destaque nacional em 2001 ao se tornar o primeiro governador cassado no país por corrupção e abuso de poder econômico.

Deposto, conseguiu eleger-se senador no ano seguinte e ficou conhecido nacionalmente pelo estilo folclórico e, especialmente, pelo nepotismo: na sua gestão como governador foi acusado de nomear 27 parentes diretos, entre eles esposa, filhos, irmãos, sobrinhos e toda sorte de apaniguados.

Médico, de família abastada, chegou a ser impedido de usar o nome político Mão Santa por atentar contra a inocência de eleitores humildes do interior.

Pouco adiantou: não só faz uso da propaganda como tenta impulsionar a carreira de um dos filhos como Mão Santinha.

De volta ao MDB, após passar por diversos partidos, ressurgiu no noticiário nesta quarta, 14, ao receber Bolsonaro para inaugurar em sua cidade uma escola com o nome do presidente, num claro atentado à moralidade já que a Lei não permite atribuir nome de pessoa viva a bem público, de qualquer natureza, pertencente à União ou à entidades jurídicas da Administração indireta.

Mas o que isso importa para Bolsonaro?

No melhor estilo ‘Rei do baixo clero’, o capitão foi recebido na cidade para fazer o que gosta – e sabe: descascar a abobrinha, xingando o PT e a esquerda do Brasil e da América Latina.

O presidente, que tenta emplacar o filho na Embaixada dos EUA, em outro claro flagrante de nepotismo, sentiu-se em casa em Parnaíba, onde o prefeito emprega a mulher, Adalgisa, secretária de Desenvolvimento Social, e a filha, Maria das Graças, secretária de Habitação e secretária interina de Urbanismo.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!