Antivacina, Fernanda Venturini fez campanha para Bolsonaro e até lhe deu um livro de presente — que ele recusou

Fernanda Venturini e o ídolo Bolsonaro

Fernanda Venturini brilha nas redes sociais com uma declaração idiota.

Fernanda é contra a vacina mas disse que ia tomar porque era necessário para ela viajar pelo mundo pedalando.

A ex-jogadora de vôlei, mulher de Bernardinho, é bolsonarista antes de virar moda.

Em 2018, deu uma entrevista ao UOL sobre sua vida, carreira e mais um monte de coisas que ninguém quer saber.

Mas um trecho era divertido.

Fernanda contou que esteve com o mito e deu-lhe um presente.

“Eu levei um livro para ele, que é um livro famoso da Suécia porque lá os governantes lavam a louça, fazem tudo. Aí ele falou: ‘Fernanda, você acha que eu vou ler? Não tenho tempo'”, disse.

“Eu falei: ‘Então me dá o livro de volta’. É muito sincero. É pá, pum, isso que é bom. Porque ele ia levar o livro, aí ia ficar o livro lá jogado e muita gente quer ler esse livro”.

O bacana do Brasil é que os cretinos perderam completamente a modéstia, como dizia o Nelson Rodrigues.

“Emoção ter conhecido nosso futuro presidente. Cara simples, espontâneo e autêntico. Dessa vez esse Brasil muda!”

Batatíssima.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!