Anvisa reafirma riscos da Vacina Sputnik

Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reafirmou que foi identificada presença de vírus replicante na vacina Sputnik V e afirmou que enviou sua análise à Organização Mundial de Saúde (OMS) e a outras autoridades regulatórias estrangeiras.

A Anvisa informou que enviará sua análise à OMS e a outras autoridades estrangeiras.

Em seu Twitter, o sanitarista Daniel Dourado explicou o que aconteceu:

Fato novo: pronunciamento oficial da Anvisa.
Agência brasileira mostrou documentos enviados pelo fabricante que atestam adenovírus replicante na vacina Sputnik e vídeo de reunião em que foram pedidos os esclarecimentos que não foram fornecidos.
Conclusão: o fundo russo mentiu. 

Mentiu ao dizer que havia esclarecido tudo e acusar a Anvisa de disseminar notícias falsas. Naturalmente, está aberta a possibilidade de enviarem os comprovantes de qualidade e de pedirem análise, se assim desejarem. A vacina pode ser aprovada, basta o fabricante mandar os dados. 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!