“Ao contrário da nacional, a terceira via em SP é uma realidade”, diz Haddad à DCMTV

No DCM ao Meio-Dia dessa sexta-feira (21), Fernando Haddad (PT-SP) concedeu entrevista aos jornalistas Pedro Zambarda e Kiko Nogueira.

Nela, o ex-prefeito de São Paulo afirmou que, em sua visão, “está difícil” para uma terceira via nas eleições presidenciais de 2022.

“Acho que tem mais de mais de dois programas pro país. O que não sei é se há viabilidade de curto prazo”, afirmou. O ex-prefeito relembrou que, em presquisa recente, apenas 14% dos entrevistados afirmaram rejeitar tanto Lula quanto Bolsonaro, e que esse é o percentual aproximado dos candidatos que aparecem como “terceira via”.

Perguntado sobre o cenário em São Paulo, Haddad afirmou que vê uma outra configuração de forças, com espaço para uma alternativa “nem Bolsonaro, nem Dória”. O petista disse que o poder em São Paulo está “empoeirado”, e precisa “de um banho de loja de ideias”. Além disso, Haddad demonstrou simpatia a uma parceria com Guilherme Boulos (PSOL-SP).

“A gente tá discutindo obra que começou 20 anos atrás. A gente tá discutindo Rodoanel, Tamoios…é muita letargia, muita falta de dinamismo”, concluiu o ex-prefeito.

*com a colaboração de João Sérgio da Silva Costa

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!