“Ao longo de um processo injusto, Paris esteve com Lula”, diz ao DCM a prefeita Anne Hidalgo

Após comemorar nas redes sociais a anulação das condenações do ex-presidente Lula, a prefeita de Paris Anne Hidalgo disse se sentir aliviada com a decisão.

Em nota ao DCM, a mandataria criticou a Operação Lava-Jato e sugeriu que o Brasil não vive numa democracia.

“Que alegria e que alivio ver Lula ter sua liberdade e seus direitos de novo”, afirmou.

“Ao longo deste processo injusto, Paris esteve ao seu lado. Para lhe garantir nosso apoio, eu quis conceder-lhe a cidadania de honra da Cidade”, lembrou, em referência à honraria que entregou a Lula em cerimônia realizada há um ano na capital francesa.

“Eu espero do fundo do meu coração que o Brasil retorne em breve à via do progresso social e da democracia”.

Anne Hidalgo concedeu a Lula o título de cidadão honorário de Paris em março de 2020. Foto: Ricardo Stuckert

Se a cerimônia de entrega pôde acontecer em março do ano passado, a concessão do título foi proposta pela prefeita parisiense em 2019, quando Lula ainda estava na prisão.

Anne Hidalgo é a provável candidata do Partido Socialista à presidência francesa, nas eleições do ano que vem.