Após Band vender terreno que servia como estacionamento, funcionários sofrem com multas e carros guinchados

Segundo publicação do colunista, Flavio Ricco, no UOL, após a direção da Bandeirantes negociar a venda de um terreno em frente à sua sede, no Morumbi, a vida de muitos de seus funcionários se tornou um verdadeiro inferno – ou algo muito próximo disso.

Sem ter mais onde deixar seus carros, vários deles passaram a estacionar em locais proibidos.

Como resultado dessa infração, multas diárias e guincho para todo lado.

São mais de 200 carros espalhados pelas imediações.

Neto, em “Os Donos da Bola”, criticou a postura da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) no ar. Claro que depois disso o pandemônio aumentou.

Parar em lugar proibido não pode, mas também é necessário encontrar uma maneira de resolver essa situação.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!