Somente após demissão, ex-repórter da Globo se sente confortável para quebrar regra da emissora

De acordo com O Fuxico, o ex-repórter da Globo, Luis Ernesto Lacombe, desabafou sobre uma antiga regra da emissora carioca. Em suas redes sociais, ele resolveu abrir o jogo e fez o que era proibido quando trabalhava por lá: revelou qual é o seu time de futebol do coração.

“Durante muito tempo, seguindo normas da emissora na qual trabalhei por 20 anos, não pude declarar publicamente para que clube torcia… Pois bem, o #TBT de hoje é para dizer, finalmente, que sou botafoguense. Influência de um primo. Lembro-me bem (eu devia ter uns cinco, seis anos!) de quando ele me mostrou uma enorme bandeira que tinha mandado fazer: toda preta, com uma grande estrela branca no meio… Anos mais tarde, fiz uma igualzinha para mim. Meu amor pelo Botafogo nunca diminuiu. E olha que eu nasci em 1966, e o Botafogo ficou de 1968 a 1989 sem ganhar um título sequer… A foto é de 1998, época em que eu estava bem magro. Pedro, meu mais velho, não tinha nem um mês de vida”, disse.

O jornalista deixou a Globo em 2017, depois de 20 anos na emissora, chegando a trabalhar na Editoria Rio e na Globonews durante este tempo.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Durante muito tempo, seguindo normas da emissora na qual trabalhei por 20 anos, não pude declarar publicamente para que clube torcia… Pois bem, o #tbt de hoje é para dizer, finalmente, que sou botafoguense. Influência de um primo. Lembro-me bem (eu devia ter uns cinco, seis anos!) de quando ele me mostrou uma enorme bandeira que tinha mandado fazer: toda preta, com uma grande estrela branca no meio… Anos mais tarde, fiz uma igualzinha para mim. Meu amor pelo Botafogo nunca diminuiu. E olha que eu nasci em 1966, e o Botafogo ficou de 1968 a 1989 sem ganhar um título sequer… A foto é de 1998, época em que eu estava bem magro. Pedro, meu mais velho, não tinha nem um mês de vida. #botafogo #fogo #alvinegro #tuaestrelasolitáriateconduz

Uma publicação compartilhada por Luis Ernesto Lacombe Heilborn (@luis.lacombe) em

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!