Apresentadora do “Cidade Alerta” anuncia casamento após cantada ao vivo no programa

Segundo publicação do UOL, apresentadora do “Cidade Alerta” em Goiás, Silvye Alves está feliz da vida. Nos próximos dias, ela iniciará os preparativos de seu casamento com o tenente João Junior, que trabalha no batalhão da Rotam (Rondas Ostensivas Táticas) de Goiás.

A jornalista conheceu o atual noivo pela televisão há um ano, quando o entrevistava ao vivo durante uma reportagem sobre uma perseguição policial.

Conhecida pelo jeito debochado, Silvye se surpreendeu com o policial de 30 anos e não pensou duas vezes em elogiá-lo no que define como um “Tinder ao vivo”, referindo-se ao aplicativo de azaração: “Tem uns moços bonitos nessa Rotam! Não é elegante falar isso? Seja sempre bem-vindo”, disparou.

A apresentadora disse ao UOL que não teve medo de levar bronca de sua chefia por “dar em cima” do entrevistado, mas garante ter levado a paquera como brincadeira. “Sou doida mesmo e todo mundo sabe”, brinca. O mais surpreendente, no entanto, aconteceu fora do ar.

“Ele começou a me seguir no Instagram e eu o segui de volta porque eu não sou boba. Postei uma foto e ele me mandou direct [mensagem privada] à 1h da manhã. Ele perguntou: ‘Acordada a essa agora? Estou cuidando da sua segurança'”, lembra.

Silvye correspondeu ao papo do policial, a conversa evoluiu para o WhatsApp e os dois marcaram um encontro em um restaurante em Goiânia. Ela diz ter se encantado por João porque ele “não tem cara de policial”.

“Ele parece modelo, tem a pele rosada, é um moço bonito! Geralmente policial tem uma cara mais carrancuda e ele, não. O que me conquistou foi a postura dele. É um menino iluminado, tranquilo, refinado. E tem a cabeça mais velha do que a minha”, diz ela, que tem 37 anos.

Acostumada a fazer reportagens sobre criminalidade, a apresentadora diz que até o trabalho melhorou depois do romance com o tenente. Ela explica:

“Agora eu também sou considerada da polícia, até por conta da convivência em casa. Sempre tive uma boa relação com a polícia e a confiança só melhorou. Hoje me veem como uma farda amiga”, afirma, orgulhosa.

A jornalista, no entanto, assume temer pela segurança do noivo. “Fico preocupada. Aqui existe muito confronto de polícia com bandido. Mas eles não têm medo, é aquela coisa de morrer pela farda. Outro dia ele falou: ‘Estou aqui numa troca de tiros’. Tenho muito medo”.

Silvye ficou famosa em rede nacional pelas interações divertidas com Marcelo Rezende, morto em setembro do ano passado. Na próxima quinta, será exibida a sua participação em uma série de programas especiais da Record em homenagem ao apresentador do “Cidade Alerta”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!