“Aquela gorda, preta, fdp”: bombeiros do Rio achincalham atriz Cacau Protásio

A atriz Cacau Protásio foi vítima de racismo na última terça-feira (26) durante as gravações de seu próximo filme, ‘Juntos e Enrolados’, no Quartel-Central do Corpo de Bombeiros, no Rio.

Áudios divulgados pelo colunista Léo Dias mostram a indignação de bombeiros após a atriz aparecer com farda, dançando acompanhada de quatro bailarinos.

Em uma das mensagens, um homem diz: ”Vergonhoso. Mete aquela gorda, preta, numa farda de bombeiro, uma bucha de canhão daquela, com um monte de bailarino viado, quebrando até o chão. Vão achar que é o que? Bombeiro? Aquilo é tudo viado. Lamentável”.

Em outra gravação, é possível ouvir: “Olha a vergonha no pátio do quartel central. Essa mulher do ‘Vai que Cola’, aquela gorda, colocou a farda e botou os dançarinos viados com roupa de bombeiro. Isso é um esculacho, rapaz. Qual é a desse comandante? Vai deixar uma pu*$ria dessas no pátio do quartel?”.

Cacau denunciou, nas redes sociais, a conduta dos bombeiros: “Um bombeiro fez vídeo de uma cena solta e espalhou, me chamando de negra, gorda, filha da puta. Não entendi porque tanto ódio. Eu sou negra, sou gorda, sou brasileira, sou atriz. Não mereço ser agredida assim, como nenhuma pessoa [merece]“, diz ela em vídeo publicado no Instagram:

View this post on Instagram

Vídeo 1.

A post shared by Cacau Protásio (@cacauprotasiooficial) on

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!