Assistiu o vídeo dos 20 estranhos se beijando pela primeira vez? Gostou? Era mentira

 

Dez casais formados por pessoas que nunca se viram se beijam. A diretora de cinema Natalia Pilieva filma tudo. As cenas parecem saídas de um bom filme francês ou uma comédia romântica decente. Eles e elas trocam algumas palavras, dão risadas, perguntam uns aos outros se estão preparados. Tudo espontâneo e natural. O vídeo explodiu no YouTube (mais de 30 milhões de visualizações em dois dias e contando). Quem assistiu enxergou esperança no amor e na raça humana.

Exceto que é mentira.

Quer dizer, era uma propaganda de uma grife chamada Wren. Atores, músicos e modelos estavam se beijando. Segundo o site Slate, havia nomes bacanas de Los Angeles como as modelos Natalia Bonifaci e Langley Fox (filha de Mariel Hemingway), além da cantora Nicole Simone e da atriz Soko (que interpretou a canção que serve de trilha sonora). Alguns já se conheciam.

Havia algumas pistas. O nome da Wren aparece no começo. As pessoas são atraentes. Provavelmente o resultado não seria o mesmo se Pilieva saísse às ruas convocando estranhos de verdade. Estranhos mesmo — gordos, carecas, baixinhas, enfim, gente comum. E eles pareciam à vontade, exatamente como ficam atores diante desse tipo de situação.

Quem se enganou queria ser enganado? Mais ou menos. O certo é que a Wren vai, provavelmente, vender mais roupas e ficou famosa com a ajuda de milhões de inocentes.

Muito do que se torna viral hoje em dia são campanhas planejadas com antecedência. Durante o Oscar, por exemplo, a apresentadora Ellen Degeneres fez um selfie épico, acompanhada de Brad Pitt, Meryl Streep, Kevin Spacey e outros rostos milionários. A foto era uma ação publicitária da Samsung (Ellen usa um iPhone, como todo o mundo).

É relativamente parecido com um reality show. Não há nada de real nos participantes de Big Brother, digamos (a não ser a burrice galopante). Nada é o que parece na internet. Mas uma coisa é certa: o vídeo dos 20 Estranhos Se Beijando Pela Primeira Vez continua bonito.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!