Astro do maior vexame da história da Globo, Murilo Benício volta às novelas

De DANIEL CASTRO e LUCIANO GUARALDO no site Notícias da TV.

Murilo Benício como Jonas Marra no fracasso Geração Brasil: cinco anos sem fazer novelas. Foto: JOÃO COTTA/TV GLOBO

Depois de quase cinco anos afastado, Murilo Benício voltará às novelas da Globo. Ele foi escalado para um papel central em Troia, prevista para o primeiro semestre de 2019. A trama de Manuela Dias marcará o retorno do ator ao gênero _ele não faz uma obra longa desde Geração Brasil, considerado o maior vexame da história da emissora.

Na novela, Benício interpretará um empresário poderoso, casado há mais de 20 anos com a personagem de Débora Bloch, mas que se apaixona por uma jovem de nível muito inferior ao do casal _o papel da novinha caberá a Alice Wegmann.

Taís Araújo, que dividiu com Benício a amargura de longos meses à frente do elenco do blablablá tecnológico de Geração Brasil, também voltará às novelas em Troia. A atriz, porém, passou os últimos quatro anos na série Mister Brau. Já o marido de Débora Falabella atuou apenas em Nada Será como Antes (2016) nesse intervalo.

Ele chegou a ser escalado para interpretar Romero Rômulo em A Regra do Jogo (2015), mas foi substituído por Alexandre Nero. Na época, Benício teve atritos com a diretora da novela, Amora Mautner e também criou obstáculos para não precisar contracenar com a ex-mulher, Giovanna Antonelli.

Mesmo bissexto em produções da Globo, o ator segue com contrato fixo _ao contrário de nomes como Maitê Proença e Malu Mader, que foi dispensada após 35 anos. Interessado também em atuar atrás das câmeras, o ator comprou os direitos da série Doctor Foster, da BBC, para produzi-la no Brasil. Ao Notícias da TV, ele revelou que gostaria de fazê-la na Globo, para que ele e Débora possam atuar.

O fracasso de Geração Brasil, que teve média de 19,4 pontos na Grande São Paulo, não minou a credibilidade de Benício na Globo. Afinal, ele tem no currículo grandes sucessos como O Clone (2001), Chocolate com Pimenta (2003) e Avenida Brasil(2012). Entre erros e acertos, o saldo dele continua positivo na emissora.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!