Atacado por Bolsonaro, Paulo Freire recebe homenagens em escolas e universidades estrangeiras

Paulo Freire

Publicado originalmente na Rede Brasil Atual

Pedagogia do Oprimido é o terceiro texto mais mais citado nas ciências sociais e humanas, segundo levantamento de Elliot Green, da Escola de Economia de Londres. Pela sua importância, a obra escrita durante o exílio, no Chile, há 50 anos, é considerada pela Unesco como patrimônio da humanidade.

A obra e seu autor, o educador brasileiro Paulo Freire, são reconhecidos no mundo inteiro, sendo ainda referências e objeto de estudo em diversas universidades.

No Brasil, porém, Freire tem sido execrado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e seus seguidores. Tanto que em seu programa de governo ele se compromete a “expurgar a pedagogia de Paulo Freire”.

Mal sabe ele que escolas e universidades de diversos países se inspiram nas ideias do educador. Inclusive os Estados Unidos, tão reverenciado por Bolsonaro, que chega ao ponto de bater continência diante da bandeira norte-americana.

Confira:

paulo freire unversity.jpg

Escola Livre Paulo Freire, Tucson, Arizona

paulo freire inglaterra.jpg

Universidade de Lancashire Central, Lancashire, Reino Unido

paulo freire up.jpg

Universidade do Porto, Porto, Portugal

paulo freire austria.jpg

Centro Paulo Freire, Viena, Áustria

paulo freire alemanha.jpg

Cooperação Paulo Freire, Bad Dürkheim, Alemanha

Universidade Paulo Freire, Manágua, Nicarágua

paulo freire estados unidos.jpg

Universidade Chapman, Califórnia, Estados Unidos

paulo freire finlandia.jpg

Centro Paulo Freire, Finlândia

paulo freire africa.jpg

Universidade de KwaZulu, África do Sul

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!