ÁUDIO: “Votamos nele para dar um golpe, mas ele se acovardou”, diz deputado bolsonarista sobre o presidente

Laerte Bessa. Foto: Reprodução

Em áudio, o deputado bolsonarista Laerte Bessa (PL-DF) disse que votou em Jair Bolsonaro para dar um golpe e fechar o STF (Supremo Tribunal Federal), mas o presidente se “acovardou” durante o mandato:

“Eu não quero comentar sobre o presidente, porque ele não é isso tudo que o povo está pensando. Eu conheço ele bem e sei que ele deixou muito a desejar no comando do país. Todo mundo sabe que nós votamos nele pra ele dar o golpe, pra ele acabar com o Supremo e, se fosse o caso, fechasse o Congresso também, porque eu era totalmente a favor, e ele simplesmente se acovardou”.

A fala ocorreu durante discussão com outro deputado sobre o veto do governo a uma emenda do plano de saúde no projeto que reestruturou a Polícia Civil do DF (PCDF).

Ele também xingou o deputado Luis Miranda (DEM-DF), relator da matéria na Câmara, de “estelionatário contumaz”:

“O senhor Luis Miranda, quem conhece, é um estelionatário contumaz aqui no Distrito Federal. Ele tem em torno de 12 processos, inquéritos policiais nas delegacias aqui do Distrito Federal, sem contar nos Estados Unidos. Então, o nosso pessoal colocou muita fé nele. Eu sabia que aquilo era um balão de ensaio, que era fogo, fogo na fogueira sem álcool e que nós podíamos simplesmente ter uma grande decepção no final daquele projeto que ele era o relator. Eu eu tinha certeza, ia sair também que os nossos policiais não acreditam em Papai Noel”.

O deputado do DEM diz que vai levar os xingamentos ao Conselho de Ética da casa legislativa.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!