Berlusconi foi condenado por fazer o mesmo que para a Globo não deu em nada

A Justiça brasileira não é, infelizmente, igual à italiana.

Berlusconi foi acusado de pagar sexo com esta garota quando ela era menor, mas foi condenado por sonegação
Berlusconi foi acusado de pagar sexo com esta garota quando ela era menor, mas foi condenado por sonegação

O réu era considerado “intocável”.

Mas foi pego numa sonegação que envolvia a compra de direitos de transmissão para seu império de tevê e o uso de paraíso fiscal.

E na última instância, o Supremo, a condenação foi mantida.

Não há mais recurso.

Num Brasil mais avançado, esta poderia e deveria ser a história da Globo e sua espetacular trapaça fiscal por conta da Copa de 2002.

Mas isso fica, talvez, para o futuro.

Por ora, é o que a Itália fez punir exemplarmente o ex-premiê Silvio Berlusconi.

O Cavalieri, como ele é conhecido, foi sentenciado a quatro anos de prisão. Por causa da idade, 76 anos, ele provavelmente receberá atenuantes. Na Itália, há restrições legais a cadeia a partir dos 70 anos.

Berlusconi provavelmente ficará em prisão domiciliar, e fará trabalhos comunitários.

Por trás de tudo, está o combate que a Itália está dando à sonegação, ou, como alguns preferem, “planejamento tributário”.

A evasão vem sangrando os cofres públicos, e a sociedade italiana está indignada. Não quer mais cortes no orçamento do governo que castiguem os 99% e preservem o 1% que pratica predação fiscal.

Nestes mesmos dias, a prisão parece ser o destino dos dois donos da grife Dolce & Gabbana, também ele condenados por ter fraudado a Receita italiana por meio de uma empresa de fachada montada num paraíso fiscal.

Poucos meses atrás, na Alemanha, onde se trava a mesma luta por impedir sonegação, o presidente do Bayern foi denunciado por ter uma conta secreta na Suíça.

Ele só não foi preso imediatamente porque pagou uma fiança de 5 milhões de euros para responder ao processo em liberdade.

“A Alemanha não pode funcionar se as pessoas acharem que podem sonegar e sair impunes”, disse uma autoridade alemã.

O Brasil também.

Mas, mesmo com evidências escandalosas, a Globo segue absolutamente impune em sua trapaça.

A Globo noticia a punição de Berlusconi por algo parecido com o que ela mesma fez
A Globo noticia a punição de Berlusconi por algo parecido com o que ela mesma fez

É “intocável”, como parecia Berlusconi. Seus donos e jornalistas confraternizam com os juízes que poderiam fazer com ela o que os italianos fizeram com Berlusconi na Itália. O presidente do Supremo cava um emprego nela para seu filho.

A mensagem para os brasileiros não poderia ser pior: justiça para quem?

No dia em que a empresa for exemplarmente punida, o Brasil dará um passo gigantesco no combate à sonegação e na consolidação de um verdadeira democracia em que todos são iguais perante a lei em vez de uns serem mais iguais que outros, como escreveu Orwell.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!